RSS

Arquivo da categoria: receitas natalinas

Rabanada de Panetone

MJ9Estudio-2

Tem receitas aqui em casa que são feitas exclusivamente para o maridão. Esta é definitivamente desta categoria.

Primeiro porque eu não gosto de panetone e segundo porque não adoro rabanada, então, esta receita foi totalmente altruísta, kkk…

Mesmo assim, desde que a vi neste querido blog, no ano passado, sabia que ele gostaria. Fiz umas pequenas alterações, apenas para ficar menos doce, mas foi só.

Levou um ano, mas agora ela está aí e apesar de não ser da minha preferência, achei bem gostosa, embora um pouco doce demais devido ao panetone e as frutas cristalizadas, mas tem a vantagem de ser um tipo diferente de rabanada, não é?

Caso queiram uma receita menos doce, usem o pão francês amanhecido ou pão sovado, que vai ficar tão bom quanto.

Receita

1 panetone com frutas cristalizadas de 500g

2 ovos batidos ligeiramente com um garfo

3/4 de uma lata de leite condensado

1 medida cheia da lata de leite comum

1 colher de sobremesa de extrato de baunilha

3 colheres de sopa de açúcar refinado

1 colher bem cheia de canela em pó

Fios de óleo para fritura.

Corte o panetone em 10 pedaços. Faça assim: coloque o panetone deitado em uma tábua e corte em cinco pedaços, depois coloque em pé novamente e corte no meio.

Pegue três pratos fundos e coloque os ovos batidos em um, a mistura do leite condensado, leite e baunilha ligueiramente mexida no segundo e o açúcar e a canela misturadas no terceiro. Coloque os três um ao lado do outro.

Pegue uma frigideira anti-aderente e coloque para aquecer em fogo médio/baixo, inclua uns fios de óleo de milho ou canola para fritar e deixe aquecer.

Pegue as fatias de panetone e passe ligeiramente nos ovos, batendo um pouco no prato para tirar o excesso, depois na mistura de leite bem rápido, tipo 2 segundos em cada lado para não encharcar, e frite na frigideira, um pedaço de cada vez. Depois que dourar nos dois lados, retire da frigideira e passe no prato com o açúcar e a canela até cobrir toda a fatia.

Eu gosto de comer quente.

Fica aqui a minha dica para o Natal deste ano.

Bj a todos.

Téia.

Anúncios
 

Salpicão da Sogra e as Árvores de Natal da nossa casa.

Esta é a receita de salpicão que a minha queridíssima sogra faz em todos os Natais. Mesmo quando não nos encontramos, eu acabo fazendo, ou então o maridão, que faz tão bem quando ela, só que em sua versão, ele troca o frango por 2 latas de atum, fica mais prático, do jeito que ele gosta de cozinhar, sem grande trabalhos e preparações.
 
Segue a receita, se fizerem para o Natal me avisem, e declaro que não vão se arrepender.
 
SALPICÃO
 
1/2 kg de batata cozida espremida ou cortada em cubos
1 peito grande de frango cozido e desfiado, temperado com sal, pimenta do reino e ervas
3 maçãs verdes picadas
3 talos de salsão (talo e folhas) picados
2 cenoras raladas
1 lata de milho
1 lata de ervilhas
1 xícara de uvas passas
1/2 xícara de nozes picadas
1/4 de cebola ralada (eu passo pela água quente e depois pela gelada)
1/4 de azeitonas verdes picadas
1 vidro de maionese de limão pequeno
Sal e pimenta à gosto
 
Misturar todos os ingredientes. Levar para gelar por 4 horas na geladeira.
 
O DIFERENCIAL DESTE SALPICÃO É A MAIONESE COM LIMÃO, AS NOZES E O SALSÃO, ACONSELHO A NÃO RETIRÁ-LAS DA RECEITA. Fica muito bom, experimentem.
 
Agora, para vocês, um pouquinho da nossa decoração de Natal, para vocês conhecerem um pouquinho mais nosso cantinho. Escolhi para mostrar as árvores, sim são mais de uma, não se esqueçam que sou sagitariana, uma das nossas maiores características, é sermos EXAGERADOS, então, vocês acham que eu ia me contentar com apenas uma?
 
Desta forma, temos 4 árvores, claro que a Tradicional é só uma,  as demais são de arame e metal, mas não precisava tanto. Ah, precisava sim….
 
Esta é a tradicional…
 
 
A árvore cor de cobre, que é uma espécie de luminária, tem uma estória engraçada.
 
Nós a encontramos em Arrail D’ajuda, no sul da Bahia, eu achei ela fofa e original, mas como vocês podem observar ela é grandinha e cheia de pontas, eu tive que trazê-la na mão, coisa que detesto, acho que apetrechos de viagem têm que ser práticos, e eu com aquele elefante branco nas mãos. Ela veio me espetando a viagem inteira. Dr. marido passou a viagem toda gozando de mim, ah, levei na boa, e não me arrependo, mas também não me esqueço desta passagem.
 
E vocês o que acham? Fariam o mesmo??????? 
 
 
Ah, estão vendo os castiçais baixinhos combinando na cor bronze, foi um presente de Natal, aniversário e casa nova da minha amiga do coração Lili, nós trabalhamos juntas há muitos anos, e já passamos poucas e boas…
 
E por último as de arame, tão coloridinhas…
 
 
 
 
 
Desejo um NATAL maravilhoso e um ANO NOVO fantástico para todos. 
 
Bj grande.
 
Téia.