RSS

Arquivo da categoria: queijo

Biscoitinhos de Parmesão, Orégano e Pimenta Calabresa

Amigos:

Ando com muita vontade de comidas reconfortantes, como biscoitinhos, bolos e bolinhos.

Quando penso assim, penso na fôfa da Glau “Quitandoca“. Só para vocês terem uma idéia, fiz três receitas dela só esta semana. Comecei com esta aqui, e ficaram muito gostosos, crocantes e aromáticos, sem contar como é rápido e fácil.

E então, em sua homenagem coloquei os biscoitos em potes coloridinhos e lindinhos. E Miltão tirou fotos lindas. Obrigada aos dois.

Rendeu um montão, fiz com cortadores pequenos e deu umas oitenta unidades. Não se enganem, é muito fácil comer esta quantidade….cuidado aí, em? Eu fui comendo em bocadinhos, de 5 em 5 e pensando como comida faz a gente feliz…

Fiz igualzinho e deu super certo.

– 340g de farinha de trigo
– 100g de manteiga em temperatura ambiente
– 1/4 de xícara (café) de azeite
– 90ml de cerveja (o restante você bebe)
– 10ml de água
– 1 colher (chá) de sal
– 1/2 colher (chá) de pimenta calabresa
– 2 colheres (sopa) de orégano
– 120g de queijo parmesão raladoColoquei todos os ingredientes na batedeira – usei a pá raquete – e bati em velocidade média até que formasse uma massa homogêna. Dá pra misturar na mão só que vai te dar um pouquinho mais de trabalho.

Abra a massa com um rolo e com o cortador fure toda a massa. Coloque numa forma untada e coloque pra assar em forno preaquecido em 180 graus. Levou  uns 40 minutinhos.

 
 
Bj a todos.
 
Téia.
 
12 Comentários

Publicado por em 23/08/2011 em amigos, cozinha amiga, ervas, lanchinhos, pimenta, queijo

 

Tags: , ,

Filé ao molho de gorgonzola e vinho tinto

 

Esta receita é puro glamour, os ingredientes são chiques e filé é sempre filé, não é mesmo????

Ah, mas isto não importa, o que importa é que ela é pá pum para fazer. Trabalho mínimo, tempo recorde, e voilá, um prato para agradar a todos, e especialmente aos homens que gostam de carne e sabores fortes.

Achei a mistura bem interessante, fui pegando os ingredientes da geladeira e dos armários e deu no que deu…

Receita: (2 pessoas gulosas)

4 medalhões de filé mignon

2 xícaras de creme de leite fresco

1/2 xícara de vinho tinto de ótima qualidade

Um bom pedaço de queijo gorgonzola (aproximadamente 100g)

Um tiquinho de leite para dar uma diluída no molho que ficou grossinho

1 coher de sopa de manteiga+1 fio de azeite

Sal e pimenta do reino à gosto

Um punhado de avelãs torradas e sem casca para jogar por cima.

Tempere os filés com o sal e a pimenta. Derreta a manteiga e o azeite e frite os filés. Reserve.

Na mesma figideira, utilizando o restinho da fritura, acrescente o vinho, abaixe o fogo e deixe evaporar o álcool, o creme de leite, o gorgonzola amassado com um garfo e deixe derreter. Caso necessário acerte a consistência do molho com um pouco de leite. (Queijos fazem os molhos engrossarem demais). Acerte o sal e a pimenta. Jogue o molho por cima dos filés e acresente as avelãs.

Para acompanhar esta delícia tomamos Malbec maravilhoso (alías o mesmo que usei na receita), olha ele aí.

Bj a todos.

Téia.

 

Filé recheado com brie, tomate seco e manjericão, molho de vinho e arroz de beterraba

Fazem meses, senão anos, que quero fazer um filé recheado, e no forno, mas sempre adio achando que seria trabalhoso e difícil.

Ledo engano, foi super tranquilo e o resultado é fantástico e único. Devido ao refinamento da “coisa” deixe para dias especiais, pois assim ele o é.

Foi uma das melhores receitas de filé que já fiz, e ao contrário do que pode parecer, é super fácil e rápida de fazer.

Não sei as quantidades exatas, mas também não precisa, o “felling” resolve.

Para 4 pessoas, pegue uma peça de filé mignon pequena, aproximadamente de 1 kg, e abra-a ao meio, depois bata-a com um martelo até ficar baixinha, como um escalope. Aí tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Deixe uns 15 minutinhos para pegar gosto. Olha ela aí.

Enquanto isto, pique umas 100 a 150 g de queijo brie em pedaços pequenos, uns 10 pedaços de tomate seco escorridos e picado e umas 20 folhinhas de manjericão.

Recheie o filé com esta mistura, conforme a foto abaixo:

Agora enrole como um rocambole e passe um barbante fazendo aquele famoso formato de rosbife. Coloque-o em uma forma e cubra com papel alumínio.

Aqueça o forno a 250º por 10 minutos. Diminua para 200º e coloque o filé por 10 minutinhos só para dar uma cozida por dentro do filé.

Após este tempo, tire o papel alumínio, coloque umas bolotas de manteiga e um fio de azeite em cima do filé e deixe-o dourar, dependendo do forno, leva uns 10 minutos ou 15. Fique de olho!

Por dentro ele deve ficar rosado e por fora dourado.

Molho de vinho (4 pessoas)

400 ml de vinho tinto seco

1/2 cebola cortada em cubos

1 colher de sopa de manteiga

1 colher de sopa de açúcar

1/2 pau de canela

1 colher de chá de maisena, dissolvida em 1 colher de sopa de água

Esquente a manteiga, refogue a cebola, acrescente o vinho, a canela, e o açúcar e esquente até ferver. Baixe o fogo e cozinhe o molho por 15 minutos mexendo de vez em quando com um fuet. Coe e volte a panela por mais 2 minutinhos. Fica super cremoso! Sirva com o filé.

O arroz de beterraba eu comprei pronto, não lembro a marca. Então, fiz como um arroz comum e acrescentei ao final, 1/2 colher de sopa de manteiga comum e 1 colher de sopa de parmesão ralado na hora, só para dar uma consistência diferente.

Chic! Très bien!

Baiser! (Hoje tô me achando a francesa, depois conto o porquê)

 
 

Salada quente de brócolis, peito de peru, provolone e pão.

 

Semana passada fizemos uma reunião aqui em casa e resolvi colocar algumas fotos dos pratos, petiscos, das mesas e esta receita divina de salada.

Sempre recebemos pessoas queridas aqui em casa, e quase não publico por aqui, não sei bem o porquê, mas creio que seja porque a maioria das receitas já postei  no blog.

De toda forma, é sempre bom compartilhar um pouco das nossas vidas, para os queridos que nos visitam, então, sempre que tiver alguma coisa para compartilhar, mesmo que não seja uma nova receita, colocarei neste cantinho.

Eu sempre perco um tempo pensando com carinho no que fazer para agradar a todos os gostos e desejos. O que aprendi com os diversos almoços, reuniões e jantares aqui de casa é que isto só se torna possível se fizermos mais de um prato ( E olhe lá!). Não sei como são seus amigos e convives, mas aqui em casa é um tal de não como/tenho alergia a camarão, carne vermelha, azeitona, pimenta, leite, comidas agri-doces, salgados misturado com frutas, e por aí vai. Ocorre que dr. maridão não suporta a idéia de mais de um prato, ele diz que fica confuso no qual escolher e que é um exagero, e tal, mas fico constragida quando alguém não tem opção para comer. Adivinha se não tinha um amigo alérgico a camarão? Tinha, mas acabou experimentando e ficou coçando os olhos. Ah, santa gulodice Batman! kkk…

Nesta reunião, ainda não tinham sido postados: a salada, os petiscos, que não tem receita, e o filé com 3 queijos (fiz pouquinho), que não coloquei foto. Fica para um próximo post. O restante que fiz foi: Loló de Camarão, Mousse de Nutella, Cheesecake, Brigadeiro de Capim Santo (sucesso, como sempre). Caso queiram a receita, é só colocar aí ao lado direito na busca. Fiquem à vontade.

Bom, o que posso dizer da salada? É deliciosa, claro, mas parece mais uma torta, e que acaba sendo, de qualquer forma, e independente do nome, um excelente acompanhamento. Tenho um pouco de dificuldade de saber qual acompanhamento servir e esta danada é um verdadeiro “coringa”, combina com tudo. Já me salvou diversas vezes.

Quem sabe não salva vocês um dia destes? Blogueiro também salva. SALVE!

So, enjoy and good luck! Always!

Segue a receita da salada e as fotos:

1 pão de forma sem casca cortado em quadradinhos

100 g de mussarela picada em cubinhos

100 g de provolone picado em cubinhos

150 g de peito de peru defumado ou peito de frango (usei o peito de peru) picados

5 tomates sem pele e semente em cubinhos

5 colheres de maionese

1 lata de creme de leite

1 maço de brócolis (usei 1 e 1/2) ou alface americana (também fica bom)

1/2 xícara de azeitonas

Orégano e sal à gosto

Junte tudo em um refratário e mexa até ficar homogêneo. Leve ao forno pré-aquecido em 200ºC por 15 minutos.

Sirva quente.

Na frente: gorgonzola com uva thompson e damasco com brie (Rainhas do Lar, liindas…)

Atrás: pão preto e sírio, antepasto de beringela (receita da mamy), patê de ervas e azeite temperado com mix de pimentas e sal

A mesa colocada no balcão da churrasqueira para 3 três pessoas, com meus suplax preferidos em alumínio e guardanados coloridos (sempre os uso, tenho gastura dos de pano, me parecem sujos, mas espero um dia mudar, são mais finos, sem dúvida)

A mesa principal com os girassóis e os suplás de palhinha

Gostaram???

Bj a todos.

 

Tags: , ,

Mousse de doce de leite com calda de requeijão

 
Esta receita é daquelas que não exigem prática nem tão pouco habilidade.
 
Havíamos comido uma parecida em um restaurante e eu tinha amado. Quem me conhece já sabe, não posso comer uma coisa e gostar que quero repeti-la em casa. Foi o que acabou acontecendo. Não ficou igual, mas ficou muito macia e derretendo na boca.

A calda quebra um pouco o excesso de doce da mousse e dá um equilíbrio excelente.

Levei 15 minutinhos para fazer e matei minha vontade de comê-la de novo.

A vida pode ser fácil!!!!

Ingredientes:
 
2 latas de leite condensado cozido em panela de pressão por 1 hora depois de ferver a água
2 latas de creme de leite sem soro
4 claras em neve em temperatura ambiente

4 colheres de sopa de açúcar

1/2 pacote de gelatina em pó dissolvido em 2 colheres de sopa de água e levado ao microondas por 10 segundos

Bata as claras em neve e acrescente o açúcar aos poucos. Reserve.

Coloque o leite condensado de o creme de leite em uma vasilha e mexa com um fouet (ou batedor) até ficar um creme liso.

Acrescente a gelatina e depois as claras.

Leve ao freezer por 2 a 3 horas e delicie-se.

Calda:

1/2 copo de requeijão

1/4 do copo de requeijão de leite

1 colher de chá de queijo ralado
Leve tudo ao fogo baixo até derreter. Como os requeijões possuem consistência diferentes, observe se ficou um creme ralo, mas não aguado, caso contrário, faça a correção aumentado o requeijão ou o leite, ok?

Sirva quente sobre a musse.

Bjkas doces.

 
25 Comentários

Publicado por em 12/01/2010 em banquetes, doces, queijo, sobremesas

 

Cheesecake com Calda de Frutas Vermelhas e o Natal

 
059-49


Gente, passei aqui para falar do Natal aqui de casa. FOI ÓTIMO!

 Foi íntimo, mas com a família e amigos queridos. Começou as 19h e acabou as 2h. Olha que legal!!!
 
Mamy caprichou na decoração e na ceia.
 
Tivemos leitoa, camarão com creme de abóbora, bolinho de bacalhau, couve flor cremosa com presunto, torta de nozes e cheesecake. Eu contribui com os acompanhamentos que foram farofa de damasco e pistache e arroz de amêndoas, além do cheesecake.
 
Olhem as fotos da mesa que lindas.
 
A Decoração
 
 
 
As guloseimas
 

Depois fomos a casa de nossos compadres Greg e Ana e encontramos com a Tina e toda a família que adoramos. Claro que não comemos mais nada, quer dizer, só uma sobremesa deliciosa, mas foi pura gula. Ficamos batendo papo e tomando espumante até tarde, mas passou muito rápido, como tudo o que é bom.
 
Bem, a receita que escolhi da Ceia, como podem ver pelo título é a Cheesecake.
 
Modéstia a parte, esta receita é ótima, sempre dá certo, coisa rara neste tipo de sobremesa, só fiquem atentos ao tempo de forno. Fica fofinho e doce na medida certa e a calda é divina.
 
Demorei algum tempo para encontrar uma receita que me agradasse, principalmente porque a massa de biscoito geralmente usada para esta sobremesa acaba queimando um pouco e isto me desgostava demais. Para mim é a receita perfeita.
 
Espero que façam e descubram como é uma cheesecake com sotaque francês.
 
Massa:
 
100g de manteiga GELADA cortada em pedacinhos
165 g de farinha de trigo
60g de açúcar
1 gema
 
Coloque em uma vasilha a manteiga, a farinha e o açúcar até virar uma farofa, acrescente a gema até se tornar uma bola que solte das mãos.
 
Forrar uma forma redonda de 24 cm de diâmetro, untada, com esta massa, deixendo-a bem fininha, furá-la e reservar na geladeira enquanto faz o recheio.
 
Recheio
 
600 g de cream cheese
2 ovos
240g de açúcar
45g de farinha de trigo
2 colheres de chá de raspas de limão
60ml de creme de leite de caixinha
2 colheres de chá de extrato de baunilha ou uma fava
 
Bater todos os ingredientes no processador, até borbulhar. Colocar na forma.
 
Levar ao forno pré-aquecido (10 m a 180ºC) por 15 minutos a 115ºC e mais 5 minutos a 200ºC. Até ficar alto e firme, mas com o centro ainda um pouco mole. O meu forno novo começa em 180ºC, então, coloquei a 180ºC por 30 minutos.
 
Levar a geladeira por no mínimo 6 horas.
 
Calda:
 
500g de morangos
250g de framboesa
250g de amoras
300g de açúcar
2 paus de canela
50 ml de água
50 ml de cointreau
 
Leve ao fogo baixo por 30 minutos mexendo de vez em quando. Sirva gelada sobre a torta.
 
Bj a todos.
 

Lanchinho para o Casa na Estrada

E então, para a minha felicidade e alegria, meus amigos queridos Bia e Dig do blog Casa na Estrada estiveram aqui em casa para nos encontrarmos depois de mais de um ano sem nos vermos. Vieram também a filhona e o genro deles e minha mãe.

Dig e Bia

Já falei deles por aqui, vivem uma aventura maravilhosa, conhecendo o Brasil em um motor-home (ai que inveja branca) e vieram matar as saudades da família e dos amigos, para depois votar para o “batente” (cof, cof).

Eles são amigos do coração e já deixaram saudades, são comilões como nós, alegres como nós, então, rimos um bocado e comemos mais ainda, a noite foi mesmo ótima….

Fiz um menu simples, mas feito com carinho: gaspacho, receita já postada no blog, queijo brie com mel e avelãs, aquecido no meu recheaut chiquérrimo, patê de ervas, torta de frango, milho e espinafre, salada de repolho com cenoura, passas e molho de mostarda e mel. De sobremesa cocada de gengibre e limão em copinhos, receita aqui.

Seguem as receitas que escolhi para o post de hoje:

Queijo brie com mel e avelãs

Pegue uma boa peça de queijo brie e aqueça em um recheaut, quando começar a derreter jogue uma boa porção de mel, (usei 1/2 xícara e fui reabastecendo) e 1/5 de xícara de avelãs torradas sem pele (ficaria ótimo também com amêndoas)



Torta de Frango, Milho e Espinafre

Ingredientes (15 pedaços grandes ou 30 pequenos):

Massa:
3 ovos
1 xícara de óleo de girassol ou milho
2 xícaras de farinha de trigo
1 e 1/2 xícara de queijo parmesão ralado
2 xícaras de leite
1 colher de sopa de fermento em pó

Sal a gosto

Bata no liquidificador todos os ingredientes, sendo que o fermento vai por último.

Recheio:
 
300g de peito de frango e/ou sobrecoxas cozidos
1 xícara de espinafre cozido levemente e picado
1 lata de milho escorrido
1/2 lata de molho de tomate pronto
 
Misture com os ingredientes em um recipiente e reserve.

Cobertura:
 
4 colheres de sopa de gergelim branco crú (desta vez não usei pois havia alérgico ao ingrediente)
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
 
Polvilhe por cima da torta.
 
Montagem:
De baixo para cima:
Massa
Recheio
Massa
Cobertura
Leve para assar em fôrma retangular untada e esfarinhada, em forno pré-aquecido por aproximadamente 30 minutos a 200 graus, ou até ficar levemente dourada.

Dica:
Tortas salgadas ou doces, bolos, pudins, biscoitinhos, pães, etc, têm que ser levados ao forno pré-aquecido, por 10 minutos e o tempo de preparo depende muito do tipo, tamanho e modelo do forno, por isto a cada 10 minutos dê uma olhadinha, se estiver pegando embaixo e ainda crua em cima, suba para a grade mais alta e/ou diminua a temperatura.




Salada de Repolho, Cenoura, Maçã e Passas com molho de mel e mostarda

1/2 repolho cru ralado
2 cenouras cruas pequenas raladas
1 maçã picadinha
1/2 xícara de passas deixada de molho em vinho branco quente por 10 m

Junte tudo em um recipiente e acrescente o molho

Molho

1 caixinha de creme de leite
3 colheres de sopa de mostarda forte

2 colheres de sopa de mel

1 colher de sopa de limão

Bata com um fuet e acrescente à salada

Bj a todos.

 
30 Comentários

Publicado por em 14/09/2009 em amigos, castanhas, frango, maçã, queijo, salada, salgado, tortas