RSS

Arquivo da categoria: massa

O nhoque infalível do Claude

Amigos lindos!

Finalmente ressurjo das cinzas, das viagens, e da correria de mudar de área no trabalho.

Infelizmente, a vida tem suas prioridades, e o meu amado blog ficou um bucado parado, aliás, a cozinha também, maaassss, voltei com esta receita marravilhosa, super acertiva, para um prato que nem sempre dá certo. Quando a assisti no programa Que marravilha!!! me encantei pela enorme quantidade de dicas para evitar que o nhoque ficasse mole ou sem gosto.

O toque dos queijos e da noz-moscada faz toda a diferença e as dicas de assar a batata no forno e do choque com a água gelada são fantásticas. Já fiz duas vezes e deu super certo. Vamos tentar?

Ah, estivemos mais uma vez na Europa, antes Paris, agora Bélgica e Holanda. E desta vez, com um diferencial, tudo de graça, eu disse tudo, passagens, hospedagens, alimentação e passeios, e para melhorar, tudo de primeiríssima qualidade. Por nossa conta, só o bom humor e muita alegria, ó que difícil! Maridón ganhou o pacote para nós dois. Ô homem sortudo…e eu, peguei carona na sorte dele. Beleza!!!

Bem, vamos a receita, (que peguei no site do gnt)  para quem tem medo de errar massas caseiras, como eu. Só fiz a massa, pois optei por um molho vermelho, que já fiz aqui, pois gostamos mais aqui em casa, mas em breve vou testar o molho de gorgonzola que tem lá:

Para 4 pessoas

600g batata
120g farinha de trigo (usei mais uma colher cheia)
3 gemas
80g queijo parmesão ralado
60g queijo mussarela ralado
180g ervilhas frescas cozidas (não usei)
sal a gosto
pimenta do reino moída na hora a gosto
noz moscada a gosto

 

Enrole em papel alumínio as batatas lavadas e asse no forno pré-aquecido a 180°C (eu coloquei em 200), até que elas fiquem macias (aproximadamente 40 minutos, eu levei quase 1 hora).  Depois, descasque as batatas ainda quentes, faça um purê e misture com todos os outros ingredientes, menos as ervilhas (não usei). Enrole e corte o nhoque do tamanho que quiser (eu marquei com um garfo para ajudar a penetrar o molho). Jogue o nhoque em água fervendo salgada (cuidado, eu coloco na escumadeira e jogo na água para não espirrar). Quando subir (aproximadamente 5 minutos), retire e coloque em água com gelo. Seque imediatamente com um pano e frite o nhoque no azeite (eu não fritei, já coloquei direto no refratário, pois ia levar ao forno de volta. O Claude fritou para aquecer o nhoque e jogou o molho por cima).

Prometo que aparecerei mais por aqui.

Bj a todos.

Anúncios
 
 

Tags:

Torta de Frango, Palmito e Catupiry

Maridón fez niver semana passada e a produção aqui foi acelerada, apesar de ser uma reunião super íntima, só para família e melhores amigos, dá um certo trabalho.

Mesmo com a ajuda de um bocado de gente, como o meu braço direito, super-secretária Rejane, minha mãe linda e a querida sogra que veio de Piracicaba, a correria foi grande.

Não sei como é com vocês, mas faço um planejamento, um mapa mental, aliás faço parte daquele grupo que acha que o melhor da festa é esperar (e organizá-la) por ela. Juro que tento seguir, mas quando chega na última hora sempre acho que cabe ou que precisa de mais um doce e mais um salgado, exemplo desta receita que ficou muito gostosa e especial.

Como faço toda vez que tenho uma idéia de última hora, saí a procura de uma receita nos blogs e cozinhas amigas, então, me lembrei que a fôfa Stefânia tinha feito uma torta de frango linda há algum tempo. E assim foi, peguei sua receita, mudei apenas um pouco o recheio, as quantidades, acrescentandos alguns ingredientes como o palmito, as azeitonas, a cebolinha e as ervilhas (as alterações estão em vermelho), a cobertura fiz um desenho um pouco diferente e voilá, delícia….

Ingredientes para o recheio: (texto do blog comumapitadadeacucar.blogspot.com)

400g de peito de frango cozido e desfiado
1 lata de tomates pelados (tomates e suco)
3 colheres (sopa) de azeite
1 cebola pequena cortada em cubinhos
2 dentes de alho picados finamente
Sal e pimenta do reino a gosto
Salsinha e cebolinha picada a gosto
1/2 xícara de palmito picado

10 azeitonas picadas

1/3 xícara de ervilha escorrida

250g de queijo tipo Catupiry

Ingredientes para a massa:

2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de amido de milho
150g de manteiga gelada cortada em cubinhos
1 colher (chá) rasa de sal
2 colheres (chá) rasas de fermento em pó
1 ovo pequeno
4 colheres (sopa) de leite frio

Modo de preparo

1. Prepare a massa. Peneire os ingredientes secos e acresente a manteiga gelada. Misture com a ponta dos dedos até formar uma farofa. Acrescente o ovo inteiro e o leite até obter o ponto desejado (juntar todos os hngredientes bem). Não trabalhe muito a massa. Envolva a massa em um filme plástico e leve a geladeira por pelo menos 30 minutos. Reserve.

2. Prepare o recheio. Leve ao fogo uma panela com o azeite e deixe esquentar. Refogue a cebola até ficar transparente, acrescente o alho e deixe refogar por mais alguns instantes (aproximadamente 1 minuto). Agregue o tomate picado e refogue mais um pouco. Acrescente o frango desfiado e o suco do tomate e tempere com sal e pimenta. Inclua o palmito, a ervilha, as azeitonas e a salsinha e a cebolinha. Deixe apurar por aproximadamente 5 minutos e desligue o fogo. Obs.: O recheio deve ficar molhadinho, com algum caldo (mas não muito), caso seja necessário acrescente um pouco mais do suco que restou na lata de tomates ou um pouco de água. Reserve.

3. Montagem. Pré aqueça o forno a 180 graus. Retire a massa da geladeira e abra com um rolo. Cubra o fundo e as laterais de uma forma de aproximadamente 26cm (eu usei uma com fundo falso) fure o fundo com a ponta de um garfo. Leve ao forno por aproximadamente 10 minutos. Retire do forno e cubra com o recheio de frango e, por cima do recheio, o catupiry. Abra o restante da massa e cubra a torta  ou faça tiras e corações como eu. Sirva quente.

Bj a todos.

 
8 Comentários

Publicado por em 17/07/2010 em aniversário, banquetes, frango, lanchinhos, massa, tortas

 

Penne ao molho cremoso de curry, filé e passas

 


Esta receita, eu comia em um restaurante há muito tempo atrás quando ainda era solteira (lembram que mês passado fizemos 10 anos de casados?), em um restaurante que não existe mais. Numa época que nem sonhava em cozinhar. Então, semana passada resolvi tentar fazê-la, se minha memória não me enganou (para comida, continua, ótima), ficou muito parecida e será repetida por aqui.

O molho cremoso temperado com o curry, o filé macio e as passas dando o toque doce fez uma linda e deliciosa combinação. Amei!!!!
 
Receita para 2 pessoas
 
Penne:
400g de penne
 
Seguir as instruções do macarrão para cozinhá-lo, e enquanto isto, fazer o molho.
 
Filé:
200g de filé mignon cortado em tiras pequenas
1 colher de sopa de manteiga e um fio de azeite
sal e pimenta do reino a gosto
 
Tempere o filé com o sal e a pimenta. Leva ao fogo a manteiga até derreter, juntamente com o azeite e frite o filé até ficar ao ponto. Reserve.
 
Molho:
 
2 xícaras de leite comum quente
1/2 caixinha de creme de leite
2 colheres de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de manteiga
1 colher de café de noz moscada
1/2 tablete de caldo de legumes
1 colher de chá de curry (ou a gosto)
1/2 colher de pimenta do reino preta
Sal a gosto
 
Leve ao fogo a manteiga para derreter, acrescente o caldo de legumes esfarelando, depois a farinha até dourar levemente, vá acrescentando o leite aos poucos e mexendo com o fouet até virar um creme, se você achar que está muito grosso, acrescente mais um pouco de leite quente, até acertar o ponto (cada marca de farinha de trigo tem seu poder engrossante diferente). Acrescente o curry, a noz moscada, a pimenta, o creme de leite e acerte o sal.
 
1/2 xícara de uvas passas deixadas de molho em vinho branco ou água morna para ficar bem macia.
 
2 colheres de sopa de parmesão ralado.
 
Acrescente ao molho o filé e as passas, jogue o penne e misture até o molho encorporar bem.
 
Polvilhe o parmesão por cima e sirva imediatamente, fumegando.
 
 

Bj a todos.

Téia.

 
37 Comentários

Publicado por em 23/07/2009 em banquetes, carnes, massa, prato principal

 

Macarrão ao Molho de Funghi, Presunto e Alho-Poró

 

Este molho de macarrão é provavelmente o meu molho preferido, o que mais faço para amigos e visitas, e o que mais agrada, possui um gosto pronunciado, todos os ingredientes aparecem e se destacam e é muito fácil de fazer.

Aviso logo, que este macarrão não é tão barato, pois a matéria-prima é bastante sofisticada, o que significa, quase sempre, um “up”no preço. Quero deixar bem claro que isto não deve ser limitador pois vale cada centavo empregado.
 
Faça como eu: chame os amigos, faça este molho, e mais o molho de tomate com bacon, que já postei (receita aqui). Deixe o macarrão pré-cozido (já explico adiante como fazer). E na hora de servir é só esquentar os molhos, o macarrão, e, voilá….. Sucesso na certa!!!
 
Receita da massa pré-cozida (caso queira fazer antes)
 
Primeiro faça o macarrão, cozinhe-o em bastante água fervente, só que tirando de 3 a 5 minutos antes do tempo determinado na embalagem, em uma consistência “al dente”, ou seja, ainda um pouco resistente ao morder. Escorra e jogue na água gelada, o bastante para soltá-los com os dedos.
Reserve. Na hora de servir, coloque um pouco de manteiga e um fio de azeite e passe-os em uma frigideira, como se fosse fritá-los, e isto irá aquecê-lo.
 
Outra forma, é colocar o macarrão frio, jogar o molho bem quente, mexer bem e levar a travessa ao microondas. Isto tudo, se quiser deixar o macarrão já pronto.
 
Receita do molho para 6 pessoas e 1/2 quilo de macarrão de massa curta (usei farfalle ou gravatinha, mas pode ser penne, parafuso, etc)
 
150 g de funghi seco
200 g de presunto de parma picado ou presunto comum (pode ser de peru também) em quadradinhos (fica mais bonitinho e o gosto realça melhor)
1 cebola bem picadinha
6 cs de alho-poró cortado em rodelas (ou à gosto), só a parte branca
350 ml de creme de leite fresco
1 caixinha de creme de leite de caixinha (não use em lata porque talha)
1 xícara de vinho branco
1 xícara de caldo de legumes pronto
2 c.sopa de farinha de trigo
1/2 xícara de queijo parmesão
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de chá de azeite
Sal e pimenta do reino a gosto
 
Deixe o funghi de molho em água quente por 1 hora ou até ficar macio ao toque, esxperimente a textura na boca também para ver se não está duro, se estiver estragará todo o seu molho. Lave bem para tirar toda a areia. Não tem jeito tem que ser um por um. Pique em pedaços pequenos. Reserve.
 
Doure a cebola na manteiga e no azeite, acrescente o alho-poró e deixe amolecer um pouco, depois o presunto e deixe escurecer e fritar um pouco, por último o funghi, por mais uns 3 minutos. Inclua o vinho, deixe evaporar o álcool, depois, o caldo, os cremes de leite, o queijo e a farinha. Deixe até ficar cremoso. Acerte o sal e acrescente a pimenta do reino.
 
Delícia!!!!
 
 

Bj a todos.

Téia.

 

 

Talharim ao Molho de Camarões e Creme de Tapioca com Coulis de Manga ou Calda de Nutella

 
 

Nosso Reveillon foi muuuito bom, sossegado, em casa, eu e marido. Minha família está toda viajando e resolvemos ser só ele e eu.

Menu prático e rápido.Talharim com Molho de Camarão e Erva-doce e de sobremesa um Creme de Tapioca com 2 molhos: coulis de manga ou molho de nutella.

A receita do talharim tenho há alguns anos, da época da Confraria dos Babetteiros, mas nunca tinha feito. Ficou maravilhosa, o marido tem uma semana que não fala de outra coisa…é bom quando a gente acerta…

O Creme de Tapioca veio da super diva Simone do Chocolatria, já os molhos foram um pouco de “invencionisse” dessa que vos escreve. Um Salton Demi-Sec para brindar e fomos felizes…  

Talharim

Ingredientes: 

350 g de talharim fresco (faz toda a diferença, não troque)

1 e 1/2 lata de pomodori pellati
1 colher de sopa de manteiga+1 fio de azeite
1/2 cebola picada
1 dente de alho
1 colher de sopa rasa de sementes de erva-doce
1 dose de conhaque
1/2 caixinha de creme de leite
450 g de camarões grandes
1 colher de chá de açúcar (pode colocar mais se quiser)
1 colher de chá de Tabasco ou molho de pimenta
Sal e pimenta do reino à gosto
Parmesão ralado na hora
 
Coloque a água para ferver, usei 2 litros.

Derreta o azeite com a manteiga, acrescente a cebola e doure, após o alho e os camarões. Quando estiverem dourados, flambê-os com o conhaque. Reserve.

Na mesma frigideira, acrescente o pomodori, corriga a acidez com 1 colher de chá de açúcar, tempere com sal, e pimenta do reino , acresencente o creme de leite. 

Coza a massa no tempo determinado pelo fabricante, no meu caso foram 3 minutos. Massa freca é rápida.

Retorne o camarão, acrescente a pasta já cozida e finalize com parmesão ralado.

Sirva em prato aquecido com pães. Eu servi com torradas e patê de tomate seco.

A receita do Creme de Tapioca, tirei daqui. Segui tal e qual, que não sou “besta” de mudar receita de profissional nota 10. Quer dizer, mudei a calda, mas era para aproveitar as mangas do quintal de casa.

 

Os molhos:

Coulie de Manga: usei 1 manga grande, bati com 1/2 xícara de água, 2 colheres de sopa de açúcar e 2 colher de sopa de limão. Bati no liquidificador, coei, gelei e coloquei por cima do creme. Levei à geladeira.

Calda de Nutella: 1 colher de sopa cheia de nutella, 2 colheres de sopa de creme de leite e 2 colheres de sopa de leite. Levei ao micro por 2 minutos, mechendo na metade do tempo, deixei amornar e coloquei por cima do creme. Levei à geladeira.

Servi em copinhos, (sou apaixonada por eles, muito antes dos blogs, mas agora mais ainda porque os danadinhos fotografam bem, confira nas fotos), e coloquei 2 colheres de chá ou de um ou de outro.

Rende muito, deu 12 copinhos e mais uma tigela, creio que se forem só copinhos, daria o dobro, ou seja 24 pequenas delícias. Passei o dia 1º comendo colheradas deste creme. Huuum….

Bj a todos.

 

Pizza de Linguiça de Frango Apimentada com Pimenta de Cheiro

Depois de muitos assuntos, desta vez segue um post rápido, mas com muito carinho, para participar do desafio do blog Ragazze Brasilianne Nella Coccina Italiana, cheio de meninas queridíssimas e fôfas, que têm em comum, além da cozinha, a descendência italiana. O tema atual é “La Pizza”.

Aqui em casa, quase todas as sextas-feiras são de pizzas, e a nossa cobertura preferida é esta, fica divina.
A massa é uma receita da minha sogra, que fazemos de média espessura e fica deliciosa, não tem erro, mas quando ela faz, parece que fica melhor, não me perguntem o porquê. Ela pode ser feita com quaisquer dos 3 tipos de fermentos mais usados aqui no Brasil, o biológico fresco, o biológico seco e em pó. Sempre a faço e congelo para usarmos quando quisermos. Muitas reuniões e até festas já foram feitas aqui em casa com estas pizzas, faço 2 ou 3 receitas e congelo. Ralo toda a mussarela e também congelo. No dia, pico os ingredientes ou preparo alguns deles, como camarão, linguiça, shiitake, e pronto, agrada a todo mundo, como toda pizza.
O mais comumente usado aqui em casa é o fermento biológico seco pela praticidade, mas com certeza o que deixa a massa mais macia, e profissional, é o fresco. Como a validade é muito pequena, só fiquem atentos para o prazo.
Aí vai a receita
Massa: (3 pizzas médias)
1 tablete de fermento biológico fresco (15g) ou um saquinho do seco
1 xícara grande de água morna
1 ovo
3 colheres de sopa de óleo
500 g de farinha de trigo (aproximadamente)
1 colher de chá de sal 
1 colher de café de açúcar
Dissolva o fermento na água e junte os demais ingredientes colocando a farinha por último. Pode ser necesário acreswcentar um pouco mais de farinha, estará pronto, quando a massa soltar das mãos. Sovar bem. Leva uns 5 minutos. 
Fazer uma bola e deixar crescer até dobrar de tamanho, mais ou menos 1 hora. 
Abra a massa, asse e rechei a gosto.
Recheio:(1 pizza média)
200g de linguiça de frango apimentada
2 xícaras de mussarela ralada
1/2 lata de molho de tomate pronto
Orégano a gosto
1 fio de azeite
6 pimentas de cheiro com pele e sementes
Pre-aqueça o forno a 200°.
Leva a pizza em um recipiente redondo apropriado e untado com azeite por 10 minutos. Reserve.
Caso vá congelar, espere esfriar e só o faça após este passo.
Frite a linguiça com o mínimo de óleo, apenas para não grudar na panela ou na frigideira, até ficar dourada. Reserve.
Pique as pimentas em rodelas finas. Reserve.
Cubra a pizza com o molho, jogue a mussarela, a linguiça e o orégano e leve ao forno por 10 minutos. Jogue a pimenta e leve ao forno por mais 3 minutinhos.
Deliciem-se!!!
Estão vendo, eu também consigo ser lacônica, e, portanto, falar pouco. Rá, rá, rá, não se acostumem, esta é a excessão, a regra, quem anda por aqui já sabe, é ser muito faladora.
Bj a todos.
 

Macarrão com Molho de Tomate Cereja com Bacon, em Cama de Espinafre e Cobertura de Ricota

Eu adoro, macarrão, e já fiz muuitas festas, reuniões e jantares informais com diversos tipos de macarrão e molhos.

Escolhi, este molho, fácil, rápido e super colorido para participar do desafio mensal do blog Quattro Ragazze Brasiliane nella Cocina Italiana, que tem por tema a pasta.

O bacon combina perfeitamente com o tomate cereja que é mais delicado e menos ácido que o italiano, o vinho perfuma tudo, o espinafre enriquece e a ricota dá uma textura diferente.

O colorido do prato, é, também, uma homenagem a bandeira italiana com suas cores lindas: verde, vermelha e branca, ao povo e a culinária maravilhosa deste tão único país.

Ingredientes (4 pessoas)

500g de massa
2 caixinhas de tomates cereja sem pele
1 caixinha de bacon em fatias, picado fino (+ ou – 200g)
1 xícara de vinho tinto
1 cebola picada
1 colher de sopa de manteiga
1 fio de azeite
1 tablete de caldo de bacon ou carne
1 colher de sobremesa de açúcar

pimenta-do-reino e sal a gosto

1 maço de espinafre cozido no vapor sem os talos e salgado a gosto

8 colheres de sopa de ricota com sal esmigallhada

Frite a cebola na manteiga e no azeite até dourar, acrescente o bacon até fritar. Junte o vinho e deixe por 2 minutos, acrescente os tomates, o caldo dissolvido em um pouco de água quente, o açúcar, o sal e a pimenta. Deixe no fogo por um 15 minutos em fogo baixo, ou até o molho encorpar.

Cozinhe a massa em 2 litros de água. Escorra.
Jogue o molho quente por cima, o espinafre cozido e por último a ricota.Cozinhe a massa em 2 litros de água. Escorra. Jogue o molho quente por cima, o espinafre cozido e por último a ricota.

Que bello!
Bon Apetito!!!!!!!!