RSS

Arquivo da categoria: frutas

Salada de Rúcula, Ricota, Frango e Ameixas ao Vinagre Balsâmico

Hello dear friends. I’m back!

Fiz esta receita há bastante tempo e não sei porque ainda não tinha colocado por aqui, afinal, esta é simplesmente uma das saladas mais gostosas que já comi.

A mistura fica perfeita, o crocante e amargo da rúcula, a ameixa levemente cozida no molho de vinagre balsâmico dá um novo sentido agridoce, e a ricota e o frango o salgadinho necessário.

Fazer a ameixa é facílimo, mas demanda uns 10 minutinhos, portanto comecem por ela.

  • 3 ameixas maduras mas ainda firmes
  • 3 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 1 dente de alho picado
  • 2 colheres de sopa de mel
  • 2 colheres de sopa de água
  • 3 colheres de sopa de vinagre balsâmico
  • Sal e pimenta do reino
  • 1 molho de rúcula lavada
  • 1/4 de queijo ricota pequeno amassado com um garfo e temperado com azeite e sal
  • 2 bifes grelhados de frango, temperado com sal e pimenta do reino.
  • Corte as ameixas em quatro, retirando os caroços. Numa frigideira esquente o azeite e refogue o alho, após dourar, adicione as ameixas e refogue-as por uns 3 a 5 minutos (o tempo exato vai depender do frescor das frutas) mexendo sempre a frigideira.. As frutas devem estar levemente crocantes; uma faca tem que entrar com alguma resistência mas ameixas. Adicione então o mel, a água, sal e pimenta do reino. Mexa rápido e por fim inclua o vinagre balsâmico. Retire a frigideira do fogo e deixe amornar um pouco.
  • Corte o frango em pedaços médios, sem desfiar.
  • Ponha as folhas de rúcula num prato, arrume as ameixas, a ricota e o frango, jogue o molho em cima, inclua algumas gotas de azeite e sal nas folhas de rúcula e sirva.

Esta receita foi adaptada deste lindo site Simplesmente Delícia.

Bj a todos.

Téia.

 
4 Comentários

Publicado por em 30/09/2012 em frutas, salada, Uncategorized

 

Mousse de Caju e Castanha

Esta receita é mesmo diferente, está na minha lista a testar há anos, justamente por ser inusitada.

A inspiração veio de 2 execuções nos idos de 2007  nos blogs Quiche de Macaxeira da querida Luna, e da maravilhosa Tina do Trem Bom, duas cearenses fôfas, cuja descendências nordestinas aparecem em sua totalidade nesta sobremesa. Eu que também sou nordestina adorei a experiência diferente, aromática, refrescante e macia deste doce, mas aviso que é beeeem diferente. Tá, eu já tinha falado no início do post, é só para vocês não esquecerem.

Fiz alterações: acrescentei claras em neve, batidas com um tiquinho de açúcar, dobrei a receita, aumentei um pouco a gelatina, usei caju natural, diminui a castanha, ou seja, mudei bastante para adequar ao meu gosto, mas mantive a essência. Esta receita fala Oxente!!!!

2 latas de creme de leite sem soro

2 latas de leite condensado

1 e 1/2 pacote de gelatina sem sabor

4 cajus

1/2 xícara de água

150 g de castanhas sem sal picadas, usei xerém 

2 claras em neve

2 colheres de açúcar

1 pitada de sal

Faça um suco com os cajus e a 1/2 xícara de água. Coe e reserve.

Leve ao liquidificador o leite condensado e o creme de leite, acrescente o suco e reserve.

Coloque a gelatina em um recipiente pequeno e acresente 7 colheres de sopa de água fria. Deixe 2 minutos e leve ao microondas por 20 a 25 seg na potência alta ou até a gelatina derreter. Bata no liquidificador com o creme de caju acima.

Batas as claras em neve, acrescente o sal e o açúcar aos poucos.

Junte as claras ao creme de caju.

Acrescente por último a castanha picada, na mão, não bata no liquidificador.

Bj a todos.

 
 

Salada refrescante de morango, pêra, passas, castanhas, legumes, creme de atum e molho de mostarda

Para compensar o post anterior, SUPER CALÓRICO, um post curto e uma receita leve, saborosa e bem menos engordativa.

Estou tentando me controlar na comelança (lembram dos 6 kg a mais, pois é), por isso, sempre que o tempo sobra, faço uma saladona, bem substanciosa, com um molho caprichado e um suco de frutas natural. Ficamos devidamente satisfeitos, e a culpa passa longe.

Além disto, o calor aqui no Planalto está demais, só mesmo uma frescurinha desta para ficarmos felizes. E ficamos!


Esta receita fiz sem medir quantidades, com o que havia na geladeira, e ficou ótima.

Para o creme de atum: 1 lata de atum em pedaços na água, 2 colheres de sopa de creme de leite light, 1 colher de sopa de coentro e 1 colher de chá de sopa de cebola e 1 colher de chá de azeite. Misturei bem e levei ao freezer enquanto picava o resto da salada e fazia o molho.

Para a base: Usei algumas folhas de alface, pedaços pequenos de 1 pêra (pinguei limão) e 10 morangos, 1/2 beterraba, 1 tomate e 6 castanhas do pará.

Para o molho: 3 colheres de sopa de creme de leite, mostarda a gosto e uma colher de sopa de mel. Misturei com um fuet.

Coloquei o atum no meio do prato, arrumei os demais ingredientes e joguei o molho por cima.

Tomamos com um chá mate batido com limão e adoçante.

Deu 2 pratos grandes para os 2 lights (uhum) aqui de casa.

Bjs fresquinhos a todos.

 
 

Creme de Bacuri com Coulis de Morango

 

Creio que poucas pessoas conhecem esta maravilhosa fruta chamada bacuri, aqui no lado debaixo do Brasil, até porque é uma fruta típica do Norte, sendo também utilizada no Nordeste nos estados do Piauí e do Maranhão. 
 
A primeira vez que provei foi em forma de sorvete caseiro na casa de umas amigas piauienses, ainda adolescente. Foi paixão a primeira vista, não conseguia parar de comer….e anos se passaram…até que o super brother começou a trazer a polpa em pedaços do bacuri lá do Norte e pude reproduzir a receita assim meio na intuição.
 
É uma fruta extremamente aromática, lembra um pouco o cupuaçu, é azedinha, e as musses e cremes ficam muito macios pois sua polpa é carnuda e suculenta. Não é fruta para se comer pura, coisa que adoro, é para receitas, que adoro mais ainda, como vocês já sabem…hehehe…
 
Apresento a vocês, o Bacuri….
 
Resolvi fazer um coulis de morango para dar uma corzinha, e ficou uma boa mistura, mas é dispensável. Agora, que a foto fica melhor com esta cor, não há dúvidas. Aliás, quero deixar registrado aqui a minha implicância pelas comidas brancas e bejes, não fotografam bem, é uma tristeza…
 
Uma boa receita!
 
Já fiz tem um tempinho, mas o gosto ainda está na minha boca….
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 lata de polpa de bacuri
 
Bata por 5 minutos no processador, cuidado com o liquidificador porque a massa é pesada. Leve para gelar.
 
Sirva bem gelado.
 
1/2 caixa de morangos
1/2 copo de água
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de limão
 
Bata no liquidificador até ficar fininho.
 
Enfeite o creme com o coulis e o restante sirva à parte.
 
Exótico!!!
 
Bj a todos.
 
Téia.
 
 

Creme de Cupuaçú com Calda de Chocolate

Acho cupuaçú uma fruta fantástica, azedinha e muito aromática. Aqui pelo Planalto Central nem sempre é uma missão fácil de achá-la e não sou muito fã de polpas. De vem em quando acho na Feira dos Importados ou no Mercado La Palma, mas como em quase tudo na minha vida, a sorte me ajuda e meu irmãozinho mais velho (e único) viaja periodicamente para as terras do Norte, e me fornece a fruta já descascada e congelada, com o seu sabor inalterado. Aí dá pra ser feliz…
 
Esta receita é simples, mas o casamento do Cupuaçú com o Chocolate fica ótima. Arrisquem…
 
Creme de Cupuaçú
 
1 Lata de Leite Condensado
1 Lata de Creme de Leite
1 Lata de Cupuaçú (Pode ser polpa sim, eu é que sou “enjoadinha”…)
Açúcar a gosto
 
 
Bata tudo no liquidificador, por pelo menos 5 minutos, se tiver um processador faça nele, pois a massa é grossa e pode forçar o motor do liquidificador, se não tiver bata no pulsar. Verifique se está adoçado ao seu gosto. Caso não esteja, vá acrescentando açúcar até lhe agradar, mas deixe um tiquinho azedo para contrastar com a calda que é mais docinha. Coloque em em refratário de vidro e reserve.
 
Calda de Chocolate
 
2 xícaras de leite
6 colheres de sopa de achocolatado
1 colher de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de açúcar
 
Leve ao fogo brando até soltar do fundo da panela.
Espere esfriar e jogue por cima do creme de cupuaçú.
Enfeite com chocolate granulado preto e branco.
 
Muito bom!