RSS

Arquivo da categoria: desafios

Camarão tailandês com coentro e risoto de côco e um aniversariante querido


Mais um desafio do blog Colher de Tacho, que eu faço questão de participar porque sou fã das comandantes Tina, Laila e Mike.

Além disto, resolvemos plantar umas ervas em jardineiras aqui em casa e cresceram lindamente a salsa, a sálvia e o coentro, rá, as meninas adivinharam.

Marido comprou aqui para casa uns bons quilos de camarões VG, lindos e deliciosos, já fiz duas receitas e ainda tem um bucado, as duas levavam coentro e fiquei em dúvida, mas escolhi esta porque ficou maravilhosa e também porque tem meses que eu tô namorando ela, e finalmente domingo passado consegui fazê-la.
Esta receita, foi uma mistura de uma receita da chef Alice, que nos deu uma dica ótima para usá-lo como recheio de crepes, só que era com frango e de uma receita da revista Alta Gastronomia que o fôfo do marido me deu de presente a assinatura há 2 anos. A receita era de camarões grelhados e achei que um molho oriental daria um “up” na receita. Aconselho comprarem é de altíssima qualidade e a editora é honestíssima e eficente. Olha ela aí.
Fiz meus toques, claro, e adoramos aqui em casa. Espero que gostem.
Aproveito e ofereço este prato para um amigo queridíssimo que também é blogueiro e que está fazendo uma super aventura juntamente com a esposa/companheira Bia (minha irmã de coração) de conhecer o Brasil e parte da América do Sul em um motor home. Ai que vida dura de vocês dois, viu? Vão lá conhecer o blog deles, tá aí na minha lista de blogs amigos casanaestrada.blogspot.com. Ah, porque a oferta? Porque ele fez anos no dia 23 de outubro. Parabéns Dig, tudo de maravilhoso na sua vida. Vocês fazem muita falta. Aproveitem muito, mas voltem logo.
Camarão tailandês com coentro
300g de camarão VG descascado e limpo (sem vísceras)
200 ml de creme de leite light
100 ml de caldo de camarão ou legumes
1 colher de sopa de manteiga
2 colheres de chá de curry
1 maçã verde descascada e cortadas em quadradinhos
3 colheres de sobremesa de coentro
1 colher de sobremesa de salsa e 1 de cebolinha picadas
1 cebola ralada
sal e pimenta-do-reino a gosto
Tempere o camarão com sal, pimenta e 1 colher do curry. Deixe tomar gosto por 10 minutos, enquanto isto, faça o molho.
Derreta metade da manteiga com o azeite e frite metade da cebola, acrescente o caldo, o creme de leite, o curry e a maçã e mexa por 5 minutos, ou até ficar um molho aveludado. Acrecente sal e pimenta a gosto, o coentro, a salsa, a cebolinha e reserve.
Derreta a manteiga com um fio de azeite e doure a cebola. Adicione o camarão e frite os camarões por 3 a 5 minutos. Mais do que isto, pode deixar a textura “borrachenta”.
Risoto de côco
200g de arroz arbório
1 litro de caldo de legumes (2 tabletes ou saquinhos de caldo pronto)
80 g de côco ralado, usei o fresco, mas pode ser o industrializado
150 ml de vinho branco, usei espumante
2 colheres de sopa de queijo parmesão
50 ml de leite de côco
2 colheres de sopa de manteiga
1/2 cebola picada
Sal e pimenta do reino a gosto
Derreta 1 colher da manteiga com um fio de azeite, acrescente a cebola e doure-a, acrescente o arroz e mexa, depois o espumante, deixe evaporar um pouco, vá acrescentando o caldo aos poucos, sem parar de mexer, acrescente o côco ralado, o leite de côco, até o grau ficar cozido, acrescente o restante da manteiga e o queijo ralado.
Bj a todos.
Anúncios
 
33 Comentários

Publicado por em 28/10/2008 em banquetes, camarões, côco, desafios

 

Taças de Creme de Cottage com Amoras e Ganache de Chocolate Meio Amargo – Desejo das "Ritinhas"


Gente, já vou logo avisando, eu simplesmente adoro as comandantes deste blog, que tem como propostas comidas saudáveis e lights, o Rita Palita, são elas: a Glau do Madames na Cozinha e a Rê do Geléia de Rosas, a quem me atrevo a chamar de amigas e de “Ritinhas”(meninas, me permitem?). Sempre alegres, atenciosas, super simpáticas, alto-astral e animadas, sempre digo que vou conhecê-las pessoalmenete um dia.
O desafio da vez é o queijo cottage. Na verdade, elas intitulam os desafios como desejos, então, desejo de Rita Palita, não e um pedido, é uma ordem, pelo menos para esta fã das duas, ou seja, eu. E tenho dito!
Como muitas de nós, depois de criarmos os blogs, (e não só nós, né?) a balança acusou o abuso, porque cozinhar, e não comer, não dá. É muito sofrimento….hehehe…mas também não caber nas roupas é horrível, por isto, esta iniciativa de pratos mais lights, caiu como uma luva. Maravilha!!!
Inventei esta receita simples, mas ficou deliciosa. E me atrevi a colocar chocolate com queijo cru, mas o que é a vida sem desafios? Sinceramente deu certo e levei 10 minutos para fazer. Viu, o paraíso existe, não é ilegal, não é imoral e nem engorda. Uhhhuuuu!!!

Taças de Creme Cottage com Amoras e Ganche de Chocolate Meio Amargo

Ingredientes (2 pessoas):

Creme:

1 xícara de cottage
2 colheres de sopa de creme de leite light
3 colheres de sopa de leite desnatado
4 colheres de sopa de geléia de amoras light (usei Quenberry)

Bata tudo no liquidificador e leve a geladeira por no mínimo 1 hora, até ficar bem geladinho.

Ganache:

100 g de chocolate em barra meio amargo
1/2 xícara de creme de leite light

Para montar:

10 amoras

Leve o creme de leite ao forno microondas ou ao banho-maria até ficar morno, acrescente o chocolate e deixe até derreter (no micro por 40 segundos e depois mexer até ficar cremoso). Espere amornar.

Agora, uma dica: monte a taça quando o creme de amoras estiver já bem gelado, acrescente o ganache morno e sirva, vai ficar duas temperaturas e o chocolate não vai endurecer no caso de levar a taça para a geladeira. Intercale camadas de creme, amoras e ganache, se quiser uma sobremesa mais leve, coloque o chocolate apenas no fundo e cubra com o creme, ele ficou bom sozinho também.

Espero que experimentem e me contem.

P.S: Tinha esquecido de botar o logo do Rita aqui neste post, mil desculpas Glau e Rê, isto não se repetirá.

Bj grande a todos.

 

Brincadeira para o dia das crianças

Para comemorar o dia das crianças, uma brincadeira encaminhada pela querida, super popular, simpática e talentosa Ameixa Seca do Canela Moída.

Ameixinha, como a chamo, fiquei muito contente por ter me escolhido, obrigada de coração, lembrei de coisas lindas e me emocionei, demorei, mas hoje vai…

Um super Parabéns a todas as crinças do mundo todo.

O desafio é o seguinte:

Albúm de figurinha – Colocar o selinho da brincadeira no post;

Hora do Recreio – Contar qual era a melhor brincadeira de criança da sua infância;

Brincando de Casinha, ou melhor, de Cozinha – Escrever a receita que fazia o maior sucesso na sua infância;

Passa passa 3 vezes – Escolher 3 blogs e chamar as amigas (ou os amigos) para brincar;

Telefone sem fio – Informar para os blogs escolhidos sobre o desafio que mais parece uma brincadeira de criança…

Gente, eu tive uma infância M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A, só tenho ótimas lembranças. Sério! Fui e sou muito abençoada pela minha família e por ter grandes amigos desta época, que por incrível que pareça, em grande parte são meus amigos, aliás meus irmãos, até hoje. E como brincávamos, a lista é enorme, todo dia inventávamos alguma novidade. Pique-esconde, pique-pega, pique-bandeira, pique-lata, queimada, vôlei com rede de barbante, elástico, cama-de-gato, esculturas de gesso com os personagens da Disney e da Turma da Mônica, boneca, casinha, escolinha, clubinho, comidinhas de verdade e de lama e mato, polícia e ladrão, e ninguém queria ser o ladrão, patins, bambolê, varetas, subir em árvores, corda ( e cantávamos: o homem bateu em minha porta, e eu, abri, senhoras e senhores ponham a mão no chão, senhoras e senhores pisem num pé só, senhoras e senhores dêem uma rodadinha, e vão pro meio da R-U-A), odoleta com as mãozinhas (Ôdoleta, le petit, petit pola, le cafe com chocolat, ôdoletá). Ah, imitar as Panteras, eu era sempre a Kely (sonhar pode, né?), os super modernos: Genius, Telejogo, Senha, o Pequeno Químico, Aquarius ou seria Aquafresh? (aquele que tinha um monte de jogo na água e a gente ficava apertando um botãozinho e mexendo). Os jogos de tabuleiro como Detetive, Damas, Ludo, Xadrez Chinês, Resta 1, War, Banco Imobiliário e Master. Fora os gibis e os desenhos animados que via todos os dias. Sabe uma grande diversão? Estudar, simplesmente amava estudar. Pode? Adorava todas, infelizmente não conseguiria escolher uma. Ai, estou com um sorriso nos lábios com estas lembranças maravilhosas. O marido sempre fala que gostei tanto da minha infância, que não saí dela até hoje. Pior é que é verdade. Kkkkk…..

Comidas de infância foram muitas, minha mãe e a mãe de minhas amigas eram e são cozinheira divinas. Lembro de coisas deliciosas: pavê de côco, de ameixa, de banana, de bombom, de chocolate, sorvetão, rocambole de chocolate com côco, brigadeiro quente de colher que gostava de comer com banana, leite condensado na latinha, puro ou com Nescau, bolo mesclado, strogonofe de filé, suflê de queijo, rolinhos de queijo, este já postei, mingau de Farinha Láctea, de maisena, meu irmão fazia um sorvete de chocolate divino, são muitas…. Esta família gosta de cozinhar, e de comer, claro. Sou bisneta e irmã de padeiros e donos de padaria.

Escolhi duas receitas daquela época, que comíamos lá na minha terra Natal, onde sempre passávamos as férias para rever a família toda, as vezes na beira da praia. A primeira é um salgadinho de queijo com azeitonas feito pela tia-avó Zó, que faz as melhores balas puxa de chocolate e os melhores licores de frutas, e a outra, uma cocada de farinha láctea feita pela esposa de meu tio Rivan, irmão de minha mãe, tia Gilda. Vivíssimas e serelepes até hoje. Além de deliciosas e fáceis, até uma criança é capaz de fazê-las, ainda as faço até hoje, foram passadas pela minha mãe, claro, e fiz questão de reproduzí-las, para que vocês possam apreciá-las melhor.

Um grande beijo a todos os meus tios e primos lá de Sergipe, Salvador e Macéio, cujas lembranças aquecem o meu coração e que de vez em quando nos vemos para matar as saudades.

Seguem as receitas:

Olhos de Perdiz
6 colheres de sopa de queijo ralado
6 colheres de sopa de manteiga
6 colheres de sopa de leite
Farinha de trigo até soltar das mãos

Azeitonas o quanto baste

Levar a uma vasilha todos os ingredientes e fazer bolinhas. Achatá-las e colocar um pedaço de azeitona verde para imitar um “olho”. Olhem a foto.

Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC até dourar. Leva de 15 a 25 minutos de acordo com o forno.

Cocada de Farinha Láctea
1 côco fresco ralado ou 200 g de côco ralado de pacote umedecido em um pouco de leite
2 xícaras de açúcar
8 colheres de sopa de farinha láctea
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de farinha de trigo
1 copo de leite
2 ovos
2 gotas de corante laranja (opcional)

Levar ao fogo em uma panela, mexendo sempre, até soltar da panela. Comíamos e comemos de colher. Para ficar bonitinho, coloquei em copinhos.

Escolho para brincar comigo três amigas queridas, meigas, alto-astral, alma de criança eterna e super faladeiras, como eu, hehehe. Divirtam-se!

Bj a todos.
 

Banquetes vence o Desafio do Mamão do Colher de Tacho

Gente, fiquei muito feliz e mais ainda, surpresa por ter ganho o desafio do blog Colher de Tacho, tendo o Rei Mamão como estrela. Tinha cada receita maravilhosa, então, queridos, muito obrigda pelos votos. Fique contente que só. Hurrruuuuuu!!!! A receita, para quem não sabe foi a sopa de mamão com molho de limão, receita aqui.

Ó, é econômica, gostosa e refrescante. Experimentem!!!

 
 

Sopa de mamão ao molho de limão

O desafio da quinzena do Colher de Tacho tem como rei o Mamão.

Tema difícil, viu, amigas Valentina, Laila e Mike, a maioria das cozinhas amigas, tiverem dificuldade para participar, mas deram um jeito e fizeram coisas maravilhosas. Claro, que esta é a idéia, se não, não seria desafio. Não é reclamação é só para brincar com elas.

Acho que a dificuldade é que o mamão tem um sabor maravilhoso, mas sutil, o que dificulta a mistura de sabores e grandes inovações.

Ao fazer esta receita, tentei colocar leite de côco, côco ralado, gengibre, canela e todos mascararam o gosto do mamão, mas finalmente, com ingredientes simples acabamos gostando aqui em casa.

Aí fiz duas porções, porque mamão batido amarga rápido, coloquei uma na geladeira e outra no freezer porque queria uma mais gelada e a cara metade estava gripado não podia.

Ah, detalhe, desde segunda-feira eu estava de pé engessado, hoje graças já tirei, então o meu centro de equilíbrio estava bem comprometido. Então, fui tirar do freezer e plá, caiu no chão e sujou tudo…paguei aquele mico…e ainda, tive que dividir unzinho com o marido. KKKKK….

Well, vamos a receita.

Ingredientes:

Sopa de mamão

2 mamãos papayas
1 xícara de água gelada
4 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de suco de limão

Bata no liquidificador todos os ingredientes.

Molho de limão

1/2 lata de leite condensado
1/2 caixinha de creme de leite
Suco de 1 limão
1 colher de sopa de raspas de limão

Bata todos os ingredientes com um batedor manual.

Coloque um pouco de molho no fundo de um prato ou taça, jogue a sopa e acrescente o molho por cima, passe um palito para misturar os dois. Leve a geladeira por no mínimo 1 hora e sirva.

Servi com um espetinho de mamão passado em côco ralado e um pouco do molho à parte.
 

Macarrão com Molho de Tomate Cereja com Bacon, em Cama de Espinafre e Cobertura de Ricota

Eu adoro, macarrão, e já fiz muuitas festas, reuniões e jantares informais com diversos tipos de macarrão e molhos.

Escolhi, este molho, fácil, rápido e super colorido para participar do desafio mensal do blog Quattro Ragazze Brasiliane nella Cocina Italiana, que tem por tema a pasta.

O bacon combina perfeitamente com o tomate cereja que é mais delicado e menos ácido que o italiano, o vinho perfuma tudo, o espinafre enriquece e a ricota dá uma textura diferente.

O colorido do prato, é, também, uma homenagem a bandeira italiana com suas cores lindas: verde, vermelha e branca, ao povo e a culinária maravilhosa deste tão único país.

Ingredientes (4 pessoas)

500g de massa
2 caixinhas de tomates cereja sem pele
1 caixinha de bacon em fatias, picado fino (+ ou – 200g)
1 xícara de vinho tinto
1 cebola picada
1 colher de sopa de manteiga
1 fio de azeite
1 tablete de caldo de bacon ou carne
1 colher de sobremesa de açúcar

pimenta-do-reino e sal a gosto

1 maço de espinafre cozido no vapor sem os talos e salgado a gosto

8 colheres de sopa de ricota com sal esmigallhada

Frite a cebola na manteiga e no azeite até dourar, acrescente o bacon até fritar. Junte o vinho e deixe por 2 minutos, acrescente os tomates, o caldo dissolvido em um pouco de água quente, o açúcar, o sal e a pimenta. Deixe no fogo por um 15 minutos em fogo baixo, ou até o molho encorpar.

Cozinhe a massa em 2 litros de água. Escorra.
Jogue o molho quente por cima, o espinafre cozido e por último a ricota.Cozinhe a massa em 2 litros de água. Escorra. Jogue o molho quente por cima, o espinafre cozido e por último a ricota.

Que bello!
Bon Apetito!!!!!!!!
 

Desafio Mão na Massa – Chocolate

Este desafio não podia ter ingrediente melhor para uma chocólatra como eu.

O desafio do blog Mão na Massa, tem o chocolate como tema. Gente a fofinha que faz este blog tem 12 aninhos. Acreditam? Queria ter uma filha assim. Ai, ai…

Para completar, minha dupla, mora na Suíca, a Terra dos Chocolates, a Dani do Gatinha na Cozinha. Muita sorte, né? Pois é, depois de muita troca de e-mails, decidimos as receitas e temos que postá-las hoje. Ela saiu na frente e já postou.

Ela fez a Tortinha de Chocolate ao Perfume de Contreau e passou algumas dificuldades pois os ingredientes parecem serem diferentes daqui do Brasil, a manteiga parece não ser igual a nossa, ela não achou o licor e usou vinho do porto, entre outras coisas, porque eu já fiz esta torta várias vezes e sempre dá certo, e com certeza, não foi culpa dela, porque ela é muito talentosa. Então vamos dizer que foram os ingredientes. Hehehe…

A Dani me mandou uma receita maravilhosa, uma Terrine aos Três Chocolates, ficou linda e deliciosa. Não tive dificuldades. Fiz apenas umas pequenas alterações, porque sou palpiteira mesmo e porque enquanto estava fazendo me lembrei de uma mousse de três chocolates que fiz para um Natal em 1900 e bolinha. Além disto, sempre gosto de dobrar receitas, porque aqui em casa somos formigas e atômicas. Coloquei em vermelho as alterações.

Olha se não é muito linda esta Terrine.

Ah, sugiro servir com um molho de hortelã ou um collis de morango.

Não fiz, mas se quiserem, depois posto as receitas.

Dani, você é um doce, adorei o desafio e tê-la como parceira.

Como você mesma disse, que venham os próximos.

TERRINE AOS TRÊS CHOCOLATES

Ingredientes
90 g de chocolate branco (dobrei)
90 g de chocolate ao leite (dobrei)
90 g de chocolate amargo (dobrei)
190 ml de leite (usei 200ml)
65 g de açúcar (usei 100g)
8 gemas
12 g de gelatina em pó incolor e sem sabor
400 ml de creme de leite fresco (usei o em caixinha)
4 claras batidas em neve com 2 colheres de sopa de açúcar
3 colheres de sopa de manteiga sem sal

Modo de Preparo:
1. Numa tábua, pique fino o chocolate branco e transfira para uma tigela. Pique fino o chocolate ao leite e transfira para outra tigela. Pique também o chocolate amargo e reserve em uma outra tigela. (Acrescentei 1 colher de manteiga em cada tigela).2. Numa panelinha, coloque o leite e o açúcar. Leve ao fogo médio e mexa até engrossar um pouco. Retire do fogo, adicione as gemas (tirei as peles e bati um pouco na batedeira para encorpar) e mexa bem para não talhar. Volte a panela ao fogo e continue mexendo até obter um creme grosso e amarelo. 3. Dissolva a gelatina conforme as instruções da embalagem. 4. Aos poucos, adicione a gelatina derretida ao creme de gemas. Mexa vigorosamente com um fouet (batedor de arame) até incorporar. 5. Divida o creme de gemas em 3 partes iguais. Coloque cada parte numa tigela com cada tipo de chocolate. Com colheres diferentes, para não misturar os tipos de chocolate, mexa o conteúdo de cada tigela e derreta em banho-maria. 6. Acrescente ao cremes de chocolate os cremes de leite, dividido em três parte. Na batedeira coloque o creme de leite fresco e bata até o ponto chantilly. (Só bati com o fouet até fazer bolinhas, já que o meu não era fresco).Divida este creme em 3 partes iguais. Adicione cada parte do creme a uma das tigelas com cada tipo de chocolate. Mexa bem o conteúdo de cada tigela. (Bati as claras em neve com as duas colheres de açúcar e dividi em três partes acrescentando aos três cremes)
MONTAGEM

1. Forre uma fôrma de bolo inglês com filme. (Para o filme grudar na fôrma, passe manteiga primeiro e depois coloque o filme).Para facilitar na hora de desenformar, deixe sobrar um pouco de plástico depois das bordas. 2. Faça a primeira camada da terrine colocando o creme de chocolate branco na fôrma. Espalhe com uma colher para que fique uniforme. Leve a fôrma ao freezer por 10 minutos, até o creme endurecer. 3. Retire a fôrma do freezer e espalhe o creme de chocolate ao leite por cima da camada branca. Leve ao freezer por mais 10 minutos. (Deixei 20 minutos em todas as camadas) 4. Por fim, retire a fôrma do freezer e coloque a última camada, de chocolate amargo, por cima da camada de chocolate ao leite. 5. Leve a fôrma à geladeira e deixe de um dia para o outro, ou leve ao freezer por 2 horas. 6. Sobre uma travessa retangular, maior que a fôrma, desenforme a terrine, puxando o filme dos dois lados para cima até que a terrine saia. 7. Depois de desesnformada, remova o plástico. Se quiser, enfeite com raspas de chocolate branco.
Fala se não é muito chique esta delícia!
Rá, isto vai ser repetido aqui em casa. Ah, vai!
Ofereço esta sobremesa ao super chocólatra, meu amigo e aniversariante de hoje Paulo, parábens querido e muitas felecidade. Receba meu beijo aí em Floripa. E te esperamos em breve para uma comemoração mais de perto.

Bj grande queridos.