RSS

Arquivo da categoria: castanhas

Leites Vegetais: Aveia, Amêndoas e Arroz Branco e Integral

Leites vegetais

Legenda dos Leite Vegetais, da esquerda para a direita: Aveia, Arroz Integral, Amêndoas e Arroz Branco.

Oi pessoal!

Feliz Ano Novo!!!!

Só eu mesma, tenho a cara de pau de falar isso já no mês de fevereiro, mas como não apareço aqui desde o ano passado, ainda está valendo. KKKK…

Bem, uma das minhas promessas para 2014 é voltar a postar. Aliás, tenho certeza de quase todos os blogueiros que não são assíduos nos seus blogs…

Outra promessa é perder peso e ter uma alimentação mais saudável. Mais um lugar comum….

Por isso, não estranhem, que além dos quilos de doces e receitas engordativas, agora super restritas aqui em casa, aparecerão comidas mais leve e funcionais.

Então, nesta “vibe”, fiz uma experiência com 4 receitas de leites vegetais: amêndoas, arroz, arroz integral e aveia, ou seja, leites que pessoas com intolerância a lactose podem utilizar. Dos que citei, apenas o leite de aveia não pode ser utilizado por quem tem intolerância a glúten, os chamados celiácos.

A forma de preparar e o sabor de cada um é bem diferente, e vai depender do gosto de cada um. Posso dar a opinião aqui de casa.

Eles dão um pouco de trabalho, mas têm a vantagem de serem totalmente naturais, sem conservantes e tal. Além disso, são bem mais baratos que os industrializados.

O leite de amêndoas é saborosíssimo. O meu preferido, se deixar eu tomo o litro inteiro, e posso atestar que é mais gostoso que o leite de vaca. Suas desvantagens são: pouco rendimento e pouca duração, aqui em casa só durou 2 dias, no terceiro dia, já estava azedo, uma pena…

O leite de arroz branco é o melhor custo-benefício, e o que temos utilizado aqui em casa pela praticidade no preparo e sabor suave. É o preferido do Miltão. Dura até uma semana na geladeira.

O leite de arroz integral fica com o sabor e cheiro fortes, típico deste tipo de arroz, mas tem o benefício de ser um cereal integral e durar bastante na geladeira. Ambos não gostamos muito. Não será feito novamente aqui em casa.

O leite de aveia é muito gostoso e o preço é excelente, já que a aveia é um alimento barato, só achei o mais trabalhoso de fazer porque a aveia é gosmenta e demora a passar pelo pano ou peneira fina. Não se preocupem, o gosto compensa, fica divino em vitaminas.

Espero que vocês tenham gostado.

Como o assunto é novo para muitas pessoas, qualquer dúvida, deixa nos comentários, que eu respondo por lá mesmo, ok?

Seguem as receitas.

Arroz branco e integral

Ingredientes:

2 xícaras de arroz branco ou ou integral, qualquer tipo, sem lavar

10 xícaras de água mineral ou 2 litros e meio

1/2 colher das de chá de sal

Metade de uma fava de baunilha cortada ao meio ou 1 colher de chá de extrato de baunilha

Leve ao fogo a água com o arroz, o sal e a metade da fava cortada ao meio, por 15 minutos, não mais que isso.

Passe o arroz com a água do cozimento pelo liquidificador, utilizando o modo pulsar em três pulsadas rápidas para apenas quebrar os grãos sem formar uma papa. Se você esperar o arroz esfriar ele cozinhará mais e absorverá mais água e mesmo produzindo o leite da forma descrita, ele ficará bem grosso.

Peneire mexendo delicadamente no arroz apenas para sair o líquido. Está pronto para ser utilizado.

Com as sobras do arroz, faço bolinho de arroz, é só acrescentar linhaça ou chia, um pouco de amido de milho, salsinha, sal marinho e levar ao forno até ficar crocante por fora.

Amêndoas:

1 e 1/2 xícara de amêndoas deixadas de molho por 12 horas e tendo a sua água trocada duas vezes;

4 xícaras de água mineral;

1/4 de colher das de chá de sal. O sal é importante para acentuar o sabor.

 Bata bem todos os ingredientes no liquidificador. 

Passe este liquido numa peneira dividido em duas partes. A papa de amêndoas que sobrou, adicione mais uma xícara de água mineral e volte ao liquidificador batendo novamente. Passe esta papa pela peneira.

Pegue todo o leite que foi peneirado e passe por um coador de pano ou por um pano de algodão limpo espremendo bem para retirar todo o resquício de polpa.

Está pronto para ser utilizado. Pode ser guardado na geladeira por 4 dias. Aqui em casa já ficou 7 dias.

Este leite pode ser feito com quase todas as castanhas: do Pará, de caju, avelãs e nozes, e até amendoim. Não experimentei ainda, mas a lógica é a mesma.

Aveia:

2 xícaras (chá) de aveia em flocos

3 xícaras (chá) de água

1 colher (chá) de extrato de baunilha

Açúcar ou suclarose a gosto, se necessário

Deixe a aveia de molho na água por, pelo menos, 1h.

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata bem. Coe com um pano ou peneira bem fina e leve a geladeira.

Dura 03 dias refrigerado.

Dica: o leite de aveia é levemente “gosmento” porque o amido da aveia passa para a água. Esse “problema” pode ser resolvido mexendo o leite após ser deixado muito tempo em descanso ou adicionando mais água.

As receitas dos leite de arroz e amêndoas, achei neste maravilhoso site: http://dietasgsc.blogspot.com.br/, e o de aveia, neste fofo aqui: http://www.menuvegano.com.br.

Bj grande a até a próxima.

Téia.

Anúncios
 
10 Comentários

Publicado por em 02/02/2014 em arroz, castanhas

 

Tags: , , ,

Torta de Bis e M&M’s – Passo a Passo

MJ9Estudio-21

Oi queridos!

Como foram de Natal e Ano Novo???

O meu Natal teve esta torta, nada mal, né?

A Torta é linda e maravilhosa, é uma ideia que circula na internet há tempos, mas quase sempre é feita para cobrir bolos, e eu queria uma sobremesa cremosa. O gosto estava ótimo, mas havia excesso de gelatina nos recheios. Já fiz as devidas alterações e creio que agora ficará perfeita.

Eu já havia percebido na receita que seria excessiva a gelatina, ainda mais se tratando de recheio com chocolate em barra que costuma ficar bem firme depois de gelado, mas como iria ser transportada por quase uma hora não quis arriscar derreter.

Acho esta ideia ótima, tem um impacto lindo e não precisa saber confeitar. Como era para o Natal, eu somente utilizei os confeitos vermelhos, laranjas, verdes e marrons e retirei os amarelos e azuis. Da próxima vez vou fazer retirando somente os azuis pois os considero infantis.

A cor da fita também é importante, use sua criatividade para deixá-la mais linda ainda e adaptar a sua ocasião. Ah, façam um laço menor que vai ficar mais delicado. Só observei que estava grande aqui nas fotos.

É claro que dá para variar usando confetes no lugar dos M&M’s e KitKats no lugar do Bis, e até canudos de waffer. No caso dos KitKats, observem que eles são bem mais altos que os Bis e a quantidade do recheio terá que ser adequada.

Desta vez, milagrosamente, eu me esforcei e fiz o passo a passo (será que foi uma nova decisão para 2013?

É legal fazer o Passo a Passo, ajuda na montagem e mostra a beleza das camadas que só as sobremesas podem nos proporcionar, kkk…

Vamos a Receita da Torta de Bis e M&M’s gelada, cremosa e crocante.UAU!!!
Ingredientes
1 pacote e meio de biscoito maisena de bolacha
1 caixa de Bis preto, pode ser o de avelã
1 caixa de Bis branco, pode ser o de limão também
Para o creme de chocolate
1 lata de leite condensado
1 barra de chocolate meio-amargo (aprox. 200 g)
1 lata de creme de leite sem soro(375g)
1/4 envelope de gelatina sem sabor (3g)
Creme Branco
1 lata de leite condensado
1 barra de chocolate branco
1lata de creme de leite sem soro (375g)
1/2 envelope de gelatina sem sabor (6g)
Crocante de Castanhas
200g de castanhas de caju sem sal, cortada em pedaços pequeno (coloquei dentro de um saquinho e quebrei com o martelo de carne)
5 colheres de açúcar
Modo de Fazer do Crocante de Castanhas
Leve ao fogo o açúcar até derreter e caramelizar levemente, acrescente as castanhas e mexa até misturar bem. Coloque em uma forma pequena ou na pedra mármore e espere esfiar. Quebre em pedacinhos e reserve. Observe as fotos.
Modo de fazer da torta:
Molhe as bolachas num pouco de leite e faça o fundo da torta em uma forma de aro removível. Coloque as barrinhas de chocolate Bis na lateral, lado a lado, alternando a cor preta e branca. Preencha toda a lateral da forma.
Derreta o chocolate branco no microndas, misture o creme de leite e o leite condensado com um batedor. Dissolva a gelatina em pó, conforme instruções da embalagem, e adicione-a ao creme de chocolate e mexa bem. Deixe ficar um pouco consistente, mas não muito, senão fica difícil de espalhar.
Faça o mesmo procedimento com o chocolate. Monte a torta espalhando uma camada de chocolate branco sobre o fundo e sobre este uma camada de bolachas molhadas no leite, espalhe o do crocante de castanhas; por fim adicione o creme de chocolate preto. Leve-a para gelar no freezer ou congelador por 4 horas e depois desenforme com cuidado, mas fique tranquilo, a torta sai super fácil. Mantenha na geladeira. Pode ser congelada por 60 dias.
Finalize com os confeitos M&M’s e arremate com a fita que além de embelezar garante que os chocolates não desgrudem.
IMPORTANTE: As camadas não devem ultrapassar a altura da barrinha lateral de Bis, pois não se conseguirá desenformar a torta.
Agora o Passo a Passo.

Vamos lá:

Passo 1: Cubra o fundo de uma forma com aro removível untada com manteiga com biscoito molhado ligeiramente no leite.

Passo 2: Intercale os bis branco e preto na lateral da forma

MJ9Estudio-2

Olha como fica linda montadinha a base…

MJ9Estudio-3

Passo 3: Jogue o creme de chocolate branco por cima.

MJ9Estudio-4

Passo 4: Cubra com uma camada de biscoito maisena molhado em leite.

MJ9Estudio-6

Passo 5: Por cima dos biscoitos jogue o crocante de castanhas

MJ9Estudio-11

Passo 6: Inclua o creme de chocolate preto.
MJ9Estudio-12
MJ9Estudio-13
Passo 7: Depois da torta gelada acrescente os M&M’s e faça o laço
MJ9Estudio-23
Passo 8: Esta é a melhor parte, corte uma fatia e coma…
MJ9Estudio-26
Bom apetite!

Eu gostei muito, façam e me contem.

Bj grande.

Téia.

 

A Dieta e as Barrinhas de Cereais Light

Pessoal:

Em algum post atrás, eu comentei, rapidamente, que estaria entrando de dieta.

Quero relatar aqui a minha experiência, e os meus sentimentos nesta opção de emagrecer, o que eu acho que fez diferença para mim. Não quero ser o que não sou, nutricionista. Embora eu sempre tenha me interessado pelo assunto e leia muito a respeito, não sou profissional da área.

1. Procure um bom nutricionista, eles fazem cálculos matemáticos para que tudo dê certo, além disto, ele vai te ouvir e adaptar a dieta aos seus gostos e ao seu estilo de vida. Qualquer dieta faz efeito, desde que você a siga.

2. A minha nutricionista fez alguns ajustes e reestruturou minha alimentação;

3. Os meus três maiores pecados na alimentação sempre foram: adorar e comer doces, comer basicamente carboidratos à noite e um milhão de festas e compromissos. Tive que me adaptar, não tem milagre…

4. Carboidratos à noite devem ser evitados ao máximo, mesmo as frutas. Isto acelerou demais o emagrecimento, pelo menos no meu caso;

5. É  permitido fugir da dieta, com consciência, 2 vezes por semana em dias alternados, ou seja, nada de sábado e domingo, tem que ser um dia no meio da semana e um no fimde, mas só faço em uma refeição. Então, eu como 1 pedaço de pizza, ou um doce, ou um risoto e tal, MAS EM PEQUENAS QUANTIDADES;

6. Quando tenho muita vontade de comer doce à noite, incluo uma fruta. Quando a vontade é na hora do almoço, troco a fruta por 2 quadradinhos de chocolate ou uma colher de doce (mas foram excessões);

7. Como quase toda semana tem festa e algumas vezes mais de uma no mesmo dia, ou então, sexta, sábado e domingo, faço assim. Como o mínimo no café da manhã, tiro os carboidratos possíveis, ou então, troco o almoço por uma super salada, ou por um shake, para poder comer alimentos não permitidos. Pelo menos assim, não extrapolo a quantidade de calorias, embora as opções sejam menos saudáveis;

8. A nutricionista me explicou que ser seguirmos 70% a dieta ao pé da letra, ela dará certo, e está dando mesmo…

9. Continuo recebendo pessoas aqui em casa, fazendo jantares, reuniões, saindo com os amigos, mas evito o que for possível, diminui muito a freqüência, porque senão a exceção vira a regra. Como pouco, e quando possível, opto por comida light.

10. Malhar é fundamental. 3 X por semana na academia (musculação em circuito) intercalada com alguns dias de caminhada e bicicleta. Caso só possa malhar 2 vezes na semana é melhor do que nada. Tive  problemas de saúde, no trabalho e etc, então, muitas vezes não pude malhar. Fui quando deu.

11. Pelo amor de Deus, só se você tiver que perder muito peso, alguma doença mais séria, ou realmente teu médico indicar, não vejo necessidade de tomar remédios para emagrecer. O risco que eles podem trazer, bem como a mudança de humor que eles causam não vale a pena. Em menos de 2 semanas seu organismo já aceitou comer menos e certo.

12. Comer bem e certo é um estilo de vida que vale a pena, assim como malhar. Tenha calma, segure a ansiedade, os resultados vão aparecer.

13. Além disto, se tem alguma coisa que podemos fazer por nossa saúde em geral e para termos uma velhice saudável é ter uma boa alimentação e malhar. Aliás, fui ao cardiologista hoje e comentamos sobre isto.

14. Ninguém está dizendo que é super fácil. Dieta dá trabalho, é cansativo, toma tempo, a gente passa vontade e às vezes até um pouco de fome, mas é bem possível.

15. E por fim, emagrecer é uma opção, mas se você é gordinha está tranqüila quanto a isto, seus índices estão bons, ou o seu momento ainda não chegou, não se martirize, seja feliz, e pronto.

Pois é, passados 40 dias já perdi 4 kg e as pessoas já notaram a mudança. Eu mais do que ninguém notei a mudança. Estou usando calças e roupas que não usava há tempos. Faltam ainda uns 3 kg, ou seja, ainda estou no meio do caminho, mas vou chegar lá. Eu sempre fui de magra para normal, apesar do bumbum e das pernas tipicamente brasileiras, e eu queria voltar a ser como antes e parar de reclamar que tô gordinha, e blá, blá, blá…

Então, amigos, nesta vibe, fiz umas barras de cereais light, cheias de fibras, que ajudam bastante a matar a fome, e diminue a vontade de doces. Maridão, que nunca fez dieta, pois é naturalmente magro (ódio mortal, kkk…) além de malhar muito, mas adora comida saudável, vivia me pedindo para fazer barrinhas para seu lanche da tarde.

Ficou bem gostosa, mas eu prefiro comer frutas porque não sou muito fã de barrinhas, ele levou para o trabalho e o povo gostou…enfim…cada um com seu cada um..

 

 

 

Barrinhas de Cereais Light

4 colheres de sopa de açúcar mascarvo

 1/3 xícara de mel

2/3 xícara de aveia em flocos grossos

 3 xícaras bem cheias de flocos de milho sem açúcar (tipo Corn Flaks)

1/3 xícara de uva passa sem sementes ou damascos (se colocar metade de cada deve ficar melhor)

1/3 xícara de avelã, ou castanhas, ou amendoim ou castanha do pará (é importante para diminuir o doce)

1 colher de sopa de margarina light (eu usei manteiga)

1 pitada de sal

 Leve todos os ingredientes ao fogo baixo e cozinhe mexendo por 10 minutos. Retire do fogo e despeje a massa em uma forma untada e nivele. Espere ficar morno, mas não totalmente frio, e corte em pequenos retângulos. Embrulhe em papel laminado ou manteiga. Guarde em um recipiente hermético. Rendeu 18 barrinhas, com 95 calorias aproximadas, cada, mas vai depender do tamanho que você cortá-las.

 

Mousse de Caju e Castanha

Esta receita é mesmo diferente, está na minha lista a testar há anos, justamente por ser inusitada.

A inspiração veio de 2 execuções nos idos de 2007  nos blogs Quiche de Macaxeira da querida Luna, e da maravilhosa Tina do Trem Bom, duas cearenses fôfas, cuja descendências nordestinas aparecem em sua totalidade nesta sobremesa. Eu que também sou nordestina adorei a experiência diferente, aromática, refrescante e macia deste doce, mas aviso que é beeeem diferente. Tá, eu já tinha falado no início do post, é só para vocês não esquecerem.

Fiz alterações: acrescentei claras em neve, batidas com um tiquinho de açúcar, dobrei a receita, aumentei um pouco a gelatina, usei caju natural, diminui a castanha, ou seja, mudei bastante para adequar ao meu gosto, mas mantive a essência. Esta receita fala Oxente!!!!

2 latas de creme de leite sem soro

2 latas de leite condensado

1 e 1/2 pacote de gelatina sem sabor

4 cajus

1/2 xícara de água

150 g de castanhas sem sal picadas, usei xerém 

2 claras em neve

2 colheres de açúcar

1 pitada de sal

Faça um suco com os cajus e a 1/2 xícara de água. Coe e reserve.

Leve ao liquidificador o leite condensado e o creme de leite, acrescente o suco e reserve.

Coloque a gelatina em um recipiente pequeno e acresente 7 colheres de sopa de água fria. Deixe 2 minutos e leve ao microondas por 20 a 25 seg na potência alta ou até a gelatina derreter. Bata no liquidificador com o creme de caju acima.

Batas as claras em neve, acrescente o sal e o açúcar aos poucos.

Junte as claras ao creme de caju.

Acrescente por último a castanha picada, na mão, não bata no liquidificador.

Bj a todos.

 
 

Paçoca de Farinha Láctea

Foto: Milton Moraes Jr.

Deixando de lado a perda do Brasil, vamos comer, cozinhar e beber que é melhor e traz mais alegrias.

Embora já estejamos em julho, ainda dá tempo para as festas caipiras/de são joão, já que este ano me parece que o mês de julho foi mais utilizado para estas festas do que junho. Creio que seja devido a Copa do Mundo, que comprometeu diversas datas. Bem, para nós brasileiro, ela já foi. Vamos apenas assistir aos próximos jogos e aguardar os acontecimentos. Quem será o campeão?

By de Way, já que estamos falando de Copa, ouvi uma frase ótima sobre a saída do Brasil na Copa:

1 Dunga

11 Sonecas e

190 milhões de Zangados…

KKKKKKK……

Voltando ao assunto comida: é claro que paçoca é uma receita para o ano inteiro e se não for para as festas juninas e julhinas, que sejam para as de agosto, setembro, e por aí vai. Não importa, façam. Leva 30 minutinhos e é muito crocante e especial.

Aproveitando o assunto de Festas de São João, já foram visitar o site www.segredosconsul.com.br? Vamos lá povo, é um concurso ótimo, participem.

Receita (do livro Mais Você 10 anos)

250 g de amendoim sem pele, sem sal e torrado

1 e 1/2 xícara de chá de farinha láctea

5 colheres de sopa de açúcar

1 pitada genererosa de sal

Numa assadeira, coloque o amendoim sem pele e torrado e leve ao forno pré-aquecido a 18oº C por 5 minutos, apenas para esquentar e liberar o óleo que o amendoim tem. Transfira-o ainda quente para um processador (se não tiver, liquidificador potente serve) e bata até obter uma farinha. Acrescente os demais ingredientes e bata por mais 3 minutos. Deve formar uma liga que dê para moldar.

Coloque numa superfície lisa, coloque o molde no formato desejado (aqui coração, já falo disto) e encha-o com a paçoca, prensando com os dedos para que fique bem firme. Retire o molde com cuidado e arrume no prato de servir. Pode ser colocado também em canudos de papel. Rendeu 15 corações.

Ah, quero deixar um breve comentário sobre a foto (que diga-se de passagem adorei), principalmente para a minha querida amiga Tamy. Os corações estão deveras presentes nos últimos posts, e isto não é apenas uma coincidência, é que eu sou romântica (mas não água com açúcar), adoro corações e o amor está sempre no ar por aqui.

Então, é isto aí, está justificado.

Bj a todos.

 
13 Comentários

Publicado por em 03/07/2010 em castanhas, doces, lanchinhos, sobremesas

 

Lanchinho para o Casa na Estrada

E então, para a minha felicidade e alegria, meus amigos queridos Bia e Dig do blog Casa na Estrada estiveram aqui em casa para nos encontrarmos depois de mais de um ano sem nos vermos. Vieram também a filhona e o genro deles e minha mãe.

Dig e Bia

Já falei deles por aqui, vivem uma aventura maravilhosa, conhecendo o Brasil em um motor-home (ai que inveja branca) e vieram matar as saudades da família e dos amigos, para depois votar para o “batente” (cof, cof).

Eles são amigos do coração e já deixaram saudades, são comilões como nós, alegres como nós, então, rimos um bocado e comemos mais ainda, a noite foi mesmo ótima….

Fiz um menu simples, mas feito com carinho: gaspacho, receita já postada no blog, queijo brie com mel e avelãs, aquecido no meu recheaut chiquérrimo, patê de ervas, torta de frango, milho e espinafre, salada de repolho com cenoura, passas e molho de mostarda e mel. De sobremesa cocada de gengibre e limão em copinhos, receita aqui.

Seguem as receitas que escolhi para o post de hoje:

Queijo brie com mel e avelãs

Pegue uma boa peça de queijo brie e aqueça em um recheaut, quando começar a derreter jogue uma boa porção de mel, (usei 1/2 xícara e fui reabastecendo) e 1/5 de xícara de avelãs torradas sem pele (ficaria ótimo também com amêndoas)



Torta de Frango, Milho e Espinafre

Ingredientes (15 pedaços grandes ou 30 pequenos):

Massa:
3 ovos
1 xícara de óleo de girassol ou milho
2 xícaras de farinha de trigo
1 e 1/2 xícara de queijo parmesão ralado
2 xícaras de leite
1 colher de sopa de fermento em pó

Sal a gosto

Bata no liquidificador todos os ingredientes, sendo que o fermento vai por último.

Recheio:
 
300g de peito de frango e/ou sobrecoxas cozidos
1 xícara de espinafre cozido levemente e picado
1 lata de milho escorrido
1/2 lata de molho de tomate pronto
 
Misture com os ingredientes em um recipiente e reserve.

Cobertura:
 
4 colheres de sopa de gergelim branco crú (desta vez não usei pois havia alérgico ao ingrediente)
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
 
Polvilhe por cima da torta.
 
Montagem:
De baixo para cima:
Massa
Recheio
Massa
Cobertura
Leve para assar em fôrma retangular untada e esfarinhada, em forno pré-aquecido por aproximadamente 30 minutos a 200 graus, ou até ficar levemente dourada.

Dica:
Tortas salgadas ou doces, bolos, pudins, biscoitinhos, pães, etc, têm que ser levados ao forno pré-aquecido, por 10 minutos e o tempo de preparo depende muito do tipo, tamanho e modelo do forno, por isto a cada 10 minutos dê uma olhadinha, se estiver pegando embaixo e ainda crua em cima, suba para a grade mais alta e/ou diminua a temperatura.




Salada de Repolho, Cenoura, Maçã e Passas com molho de mel e mostarda

1/2 repolho cru ralado
2 cenouras cruas pequenas raladas
1 maçã picadinha
1/2 xícara de passas deixada de molho em vinho branco quente por 10 m

Junte tudo em um recipiente e acrescente o molho

Molho

1 caixinha de creme de leite
3 colheres de sopa de mostarda forte

2 colheres de sopa de mel

1 colher de sopa de limão

Bata com um fuet e acrescente à salada

Bj a todos.

 
30 Comentários

Publicado por em 14/09/2009 em amigos, castanhas, frango, maçã, queijo, salada, salgado, tortas

 

Bolo de Chocolate com Calda – 1 Ano do Banquetes e Lanchinhos – !!!!!


Queridos amigos, leitores, seguidores e blogueiros, hoje faz 1 ano que fiz a minha primeira postagem aqui neste cantinho que tanto amo.
 
 

Foram 92 postagens, 132 seguidores, uma média de 25 comentários por post, quase 50.000 visitas, então tenho que comemorar, muita labuta, risadas, novidades, experiência, amizades, palavras doces e incentivos.


 
O blog me trouxe só alegrias, não tenho um senão, nada de negativo para falar, mas principalmente duas questões foram mais latentes: fiz muitas amizades virtuais, e algumas se tornaram reais, e uma consequência, melhorei muito na cozinha, afinal, a prática leva a perfeição (nem tanto!).
 
 
Minha intenção é ficar por aqui muitos e muitos anos, espero conseguir, aqui eu tenho meu maior e mais querido hobby, minha verdadeira obsessão, que me alimenta o espírito, a alma e o estômago faminto.
 
Em breve faremos uma mudança de layout e vou tentar colocar algo mais além de receitas, como indicação de lugares para conhecer, ingredientes diferentes e dicas extras, tudo, lógico, ligado a gastronomia que é o tema deste blog.
 
Como eu provavelmente nunca vou ganhar um Oscar, ou um Grammy, vou agradecer a todo mundo que posso agora, uhauhauahauha…
 
Quero agradecer, muito, muito, muito, de coração, todas as visitas, comentários, seguidores que vêm ler e me ver por aqui, espero poder dar algumas idéias que enriqueçam suas mesas e alegrem seus bem-querer. Voltem sempre e levem minha melhor energia, um beijo grande e um abraço apertado quando sairem.
 
As (aos) minhas (meus) amigas (amigos) blogueiras (blogueiros) que estão aí na minha lista, muitas das quais era fã ardorosa mesmo antes de ter o blog, e aquelas que conheci ao longo deste ano, quero deixar bem claro que sempre que puder irei conhecê-los, como já fiz por aqui em Brasília, fica um lampejo de esperança de que vai acontecer, algum dia. Vocês já são meus amigos, mas nada substitui um olha-a-olho, uma linda voz e um sorriso de perto. Então, até já!!!
 
Àquelas que me ajudaram, inspiraram e prestigiaram, sendo fazendo minhas receitas ou me citando no seu blog, um cheiro especial: Super Tina (a primeira a falar sobre o blog e minha primeira ídola nos foods blog), a Diva Simone (fez um brownie daqui no meu niver e me mandou uma caixa surpresa linda de viver), a espetaculosa Josy, a querida Nana, a fôfa Luciana, a doce Mari, a sis Tamy (tô esperando a publicação da tapioca, em?), a cantora Bá, a pimentinha Bia, o Dig e a Bia (meus saudosos amigos “viajandões”) as bloguerias brasilienses lindas Glau, Lê, Lu, Mari, Tata, Sarinha, Thaty e Ana Paula (minha irmã do coração) valeu meninas.
 
E UM SUPER, HIPER, MAXI obrigada ao marido. Ele é o maior entusiasta e incentivador do blog. Fotógrafo talentoso e paciente, corretor ortográfico e crítico construtivo contribui com receitas e administra o blog junto comigo, é um verdadeiro braço direito. Thank you honey.
 
E encerrando, quero pedir desculpas por não conseguir responder, nem visitar a todos que vêm aqui e me seguem, eu tento ao máximo, mas após trabalhar 10 horas por dia, tomar conta da casa, marido, cachorro, malhar, fazer unha (não fico nem uma semana sem fazê-las), cozinhar, pegar trânsito, programas familiares, badalar e etc, nem sempre me sobra tempo ou disposição. Aos poucos, eu tento aparecer, deixar um oi, me incluir como seguidora, incluí-los na minha lista de favoritos, mas nem sempre consigo, tenham fé, um dia chego lá, enquanto isto, me perdoem. Ser perfeita não faz parte dos meus objetivos, mas posso tentar…
 
 
Para comemorar, um bolo, como não podia deixar de ser, receita da Si do Chocolatria e a cobertura do cupcake da Tina do Trem Bom, um bolo de chocolate fofíssimo e uma cobertura cremosa, uma mistura perfeita de duas pessoas que admiro e gosto demais. Só podia dar em uma receita maravilhosa.
 
 
Ingredientes: (Fiz meia receita)

400 g de farinha
250 g de açúcar refinado
100 g de açúcar mascavo
50 g de chocolate em pó (coloquei o chocolate completo)
2 colheres (sopa) de fermento
1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio
1/2 colher (sopa) de sal
175 g de manteiga sem sal, derretida e fria
125 ml de óleo de milho (ou outro vegetal)
300 ml de água gelada
3 ovos
142 ml de creme de leite
1 colher (sopa) de extrato de baunilha
 
Modo de Fazer:
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Em um recipiente grande, misture a farinha, os açúcares, o chocolate, o fermento, o bicarbonato e o sal. Em outro recipiente, misture os ovos, o creme de leite e a baunilha. Com uma batedeira, misture a manteiga derretida e o óleo de milho até que se misturem, em seguida adicione a água e os ingredientes secos. Misture devagar. Adicione a mistura com ovo, e misture novamente. Coloque na forma untada e polcilhada previamente, usei Asse o bolo por cerca de 45 minutos no forno a 180ºC e deixe que esfrie em sua forma por 15 min antes de retirá-lo.
 
Cobertura (Ganache):

65g açúcar
½ colher chá suco de limão
40ml água
150ml creme de leite fresco
200g chocolate ao leite, picado em pedacinhos

1/4de xícara de avelãs picadas grosseiramente para jogar por cima

Preparo do ganache:

Coloque o açúcar, suco de limão e água numa panelinha e leve ao fogo médio mexendo até o açúcar se dissolver. Depois deixe no fogo sem mexer por uns 3-4 minutos, até ficar com um caramelo. Retire do fogo, vá derramando o creme de leite aos poucos mexendo com um fouet para não talhar. Depois coloque o chocolate e leve de volta ao fogo mexendo sem parar até ficar homogêneo. Retire do fogo, deixe esfriar. Você pode deixar no fogo até ficar mais grosso para cobrir o bolinho com um saco de confeiteiro. Se preferir um pouco mais mole, so espalhe por cima com uma espátula e deixe endurecer. Jogue as avelãs por cima.

 

Bj a todos.