RSS

Arquivo da categoria: café-da-manhã

Bolo de banana, aveia e avelãs

Hello people!!!

Olha, este bolo é  fofíssimo, meio natureba, super fácil, rápido, dá para variar até não poder mais, não é ilegal, não é imoral, mas como nada é perfeito, engorda, massssss, não se prendam por isso, vale cada caloria.

A base da receita é da Glau, a rainha dos bolos, e não leva farinha de trigo, nem manteiga, mas leva açúcar mascavo, e aveia no lugar da farinha, é mesmo mais saudável que a maioria dos bolos.

Tenho certeza que se você fizer vai virar o bolo de banana preferido da sua casa, aqui em casa aconteceu isso, e olha que tinha mais de 20 anos que o meu  preferido era este aqui.

Receita

6 bananas bem maduras prata ou nanica

3 xícaras de aveia em flocos finos

1 e 1/2 xícara de açúcar mascavo ou refinado

1 xícara de óleo

4 ovos

1 colher de sopa de fermento em pó

1 colher de sobremesa de baunilha

2 colheres de chá de canela

1/3 de xícara de avelãs descascadas e tostadas picadas grossamente

Eu coloco todos os ingredientes no liquidificador aos poucos e bato bem, por último, na mão, o fermento e as avelãs.

Leve ao forno pré-aquecido em 180 a 200º até o palito sair limpinho, mais ou menos 45 minutos.

Já fiz com chocolate picadinho, com castanha do pará no lugar da avelã e já fiz com açúcar refinado, todos ficam ótimos.

Bj a todos.

Téia.

 
3 Comentários

Publicado por em 15/10/2011 em avelãs, banana, bolos, café-da-manhã, lanchinhos

 

A Dieta e as Barrinhas de Cereais Light

Pessoal:

Em algum post atrás, eu comentei, rapidamente, que estaria entrando de dieta.

Quero relatar aqui a minha experiência, e os meus sentimentos nesta opção de emagrecer, o que eu acho que fez diferença para mim. Não quero ser o que não sou, nutricionista. Embora eu sempre tenha me interessado pelo assunto e leia muito a respeito, não sou profissional da área.

1. Procure um bom nutricionista, eles fazem cálculos matemáticos para que tudo dê certo, além disto, ele vai te ouvir e adaptar a dieta aos seus gostos e ao seu estilo de vida. Qualquer dieta faz efeito, desde que você a siga.

2. A minha nutricionista fez alguns ajustes e reestruturou minha alimentação;

3. Os meus três maiores pecados na alimentação sempre foram: adorar e comer doces, comer basicamente carboidratos à noite e um milhão de festas e compromissos. Tive que me adaptar, não tem milagre…

4. Carboidratos à noite devem ser evitados ao máximo, mesmo as frutas. Isto acelerou demais o emagrecimento, pelo menos no meu caso;

5. É  permitido fugir da dieta, com consciência, 2 vezes por semana em dias alternados, ou seja, nada de sábado e domingo, tem que ser um dia no meio da semana e um no fimde, mas só faço em uma refeição. Então, eu como 1 pedaço de pizza, ou um doce, ou um risoto e tal, MAS EM PEQUENAS QUANTIDADES;

6. Quando tenho muita vontade de comer doce à noite, incluo uma fruta. Quando a vontade é na hora do almoço, troco a fruta por 2 quadradinhos de chocolate ou uma colher de doce (mas foram excessões);

7. Como quase toda semana tem festa e algumas vezes mais de uma no mesmo dia, ou então, sexta, sábado e domingo, faço assim. Como o mínimo no café da manhã, tiro os carboidratos possíveis, ou então, troco o almoço por uma super salada, ou por um shake, para poder comer alimentos não permitidos. Pelo menos assim, não extrapolo a quantidade de calorias, embora as opções sejam menos saudáveis;

8. A nutricionista me explicou que ser seguirmos 70% a dieta ao pé da letra, ela dará certo, e está dando mesmo…

9. Continuo recebendo pessoas aqui em casa, fazendo jantares, reuniões, saindo com os amigos, mas evito o que for possível, diminui muito a freqüência, porque senão a exceção vira a regra. Como pouco, e quando possível, opto por comida light.

10. Malhar é fundamental. 3 X por semana na academia (musculação em circuito) intercalada com alguns dias de caminhada e bicicleta. Caso só possa malhar 2 vezes na semana é melhor do que nada. Tive  problemas de saúde, no trabalho e etc, então, muitas vezes não pude malhar. Fui quando deu.

11. Pelo amor de Deus, só se você tiver que perder muito peso, alguma doença mais séria, ou realmente teu médico indicar, não vejo necessidade de tomar remédios para emagrecer. O risco que eles podem trazer, bem como a mudança de humor que eles causam não vale a pena. Em menos de 2 semanas seu organismo já aceitou comer menos e certo.

12. Comer bem e certo é um estilo de vida que vale a pena, assim como malhar. Tenha calma, segure a ansiedade, os resultados vão aparecer.

13. Além disto, se tem alguma coisa que podemos fazer por nossa saúde em geral e para termos uma velhice saudável é ter uma boa alimentação e malhar. Aliás, fui ao cardiologista hoje e comentamos sobre isto.

14. Ninguém está dizendo que é super fácil. Dieta dá trabalho, é cansativo, toma tempo, a gente passa vontade e às vezes até um pouco de fome, mas é bem possível.

15. E por fim, emagrecer é uma opção, mas se você é gordinha está tranqüila quanto a isto, seus índices estão bons, ou o seu momento ainda não chegou, não se martirize, seja feliz, e pronto.

Pois é, passados 40 dias já perdi 4 kg e as pessoas já notaram a mudança. Eu mais do que ninguém notei a mudança. Estou usando calças e roupas que não usava há tempos. Faltam ainda uns 3 kg, ou seja, ainda estou no meio do caminho, mas vou chegar lá. Eu sempre fui de magra para normal, apesar do bumbum e das pernas tipicamente brasileiras, e eu queria voltar a ser como antes e parar de reclamar que tô gordinha, e blá, blá, blá…

Então, amigos, nesta vibe, fiz umas barras de cereais light, cheias de fibras, que ajudam bastante a matar a fome, e diminue a vontade de doces. Maridão, que nunca fez dieta, pois é naturalmente magro (ódio mortal, kkk…) além de malhar muito, mas adora comida saudável, vivia me pedindo para fazer barrinhas para seu lanche da tarde.

Ficou bem gostosa, mas eu prefiro comer frutas porque não sou muito fã de barrinhas, ele levou para o trabalho e o povo gostou…enfim…cada um com seu cada um..

 

 

 

Barrinhas de Cereais Light

4 colheres de sopa de açúcar mascarvo

 1/3 xícara de mel

2/3 xícara de aveia em flocos grossos

 3 xícaras bem cheias de flocos de milho sem açúcar (tipo Corn Flaks)

1/3 xícara de uva passa sem sementes ou damascos (se colocar metade de cada deve ficar melhor)

1/3 xícara de avelã, ou castanhas, ou amendoim ou castanha do pará (é importante para diminuir o doce)

1 colher de sopa de margarina light (eu usei manteiga)

1 pitada de sal

 Leve todos os ingredientes ao fogo baixo e cozinhe mexendo por 10 minutos. Retire do fogo e despeje a massa em uma forma untada e nivele. Espere ficar morno, mas não totalmente frio, e corte em pequenos retângulos. Embrulhe em papel laminado ou manteiga. Guarde em um recipiente hermético. Rendeu 18 barrinhas, com 95 calorias aproximadas, cada, mas vai depender do tamanho que você cortá-las.

 

Bolo de chocolate, iogurte e creme de leite

Queridos:

Vou confessar uma coisa: que eu me lembre, nunca tinha feito bolo de chocolate simples. Já tinha jeito brownies, banana com chocolate, chocolate com nozes e tal, mas o simplesinho ou só com um calda, nunca. É aquela minha mania de receitas elaboradas e de “invencionices”, apesar de acreditar piamente na simplicidade…

Então, de umas semanas para cá, o pessoal do meu trabalho definiu que todos os dias um de nós levaria um café-da-manhã/lanche da tarde (tem que dar para os dois períodos porque as “dragas” não são fracas não). Não precisa ser feito em casa, lógico, a única disposta a isto, sou eu. Às vezes fico pensando que as cozinheiras que trabalham fora estão cada vez mais raras (as do lar também). Ah, se eu pudesse convencer as mulheres modernas de como cozinhar é terapêutico, e de como é legal recebermos elogios por uma comidinha gostosa…Eu juro que tento, mas a adesão é mínima…

Sinto-me um pouco dividida nesta idéia, por um lado adorei, mas por outro, nem tanto.

Adorei porque era uma chance de fazer guloseimas sem comê-las sozinha ou só com o maridex, e postá-las aqui, e nem tanto, porque a balança e a saúde não estão gostando de tantos pães, bolos e bebidas açucaradas. Weel, não podemos ter tudo na vida, não é mesmo?

Já fiz bolo de banana, chocolate quente, pão integral light de aveia e mel, salada de frutas e este bolo que vos apresento. 

Como nunca tinha feito algum assim, fui na minha, e de muita gente, fonte de bolos lindos e rápidos, a linda amiga Glau, mas acabei optando por uma receita do bolo de chocolate da talentosa bora, um pouco mais elaborada (é, não perco esta mania) pois utiliza a batedeira ao invés do liquidificador, as claras são em neve (adoro bolos com claras em neve, fofíssimos) e tal, além disto, achei tão legal a explicação de como deixar o bolo fofinho…

Por fim, alterei alguns ingredientes (está em vermelho), tirei o café, dobrei a receita (e a esperta aqui esqueceu de comprar 2 iogurtes e acabei usando creme de leite fresco no lugar do 2º. Light, né?) e fiz uma calda meio-amarga para acompanhar. Nas fotos não aparecem porque levei a calda para jogar lá na hora de servir na manhã seguinte e Miltão tirou as fotos em casa à noite. Sugiro fazê-la, foi muito elogiada, aliás o bolo todo, que ficou muito macio e úmido. Ah, e pouco doce…

Vamos a receita da Dé.

Gostaram das minhas xícaras com asas de borboletas?

” 2 ovos inteiros
– 50g de manteiga (em temperatura ambiente)
– 3/4 xícara (chá) de açúcar mascavo (usei do comum)
– 1 pote de iogurte (200g)
– 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
– 3 colheres (sopa) de cacau em pó
– 1 xícara (café) de café bem forte (se tiver como fazer um expresso em casa, melhor) (não usei)
– 1 colher (café) de essência de baunilha
– 1 colher (sopa) de fermento em pó
– Açúcar de confeiteiro para decorar (usei a calda)

Para fazer um bolo fofo, qualquer que seja a receita que você vá utilizar, lembre sempre de uma dica: é preciso colocar AR dentro dela. Porque o ar é que vai servir, junto com o fermento, para impulsionar a massa para cima, ao expandir-se com o calor do forno.

Então, em cada etapa do preparo, tenha sempre em mente isso: precisamos de “ar”.

Bata o açúcar com a manteiga até formar um creme bem cremoso. Quanto mais batido, mais “ar”.

Acrescente os ovos e bata bastante. Não, não canse de bater. Você vai ver que a emulsão dos ovos vai ajudar muito o bolo ficar bem fofo. Acrescente o café e o iogurte e continue a bater. Não estranhe se, ao acrescentar o iogurte, a mistura tenha uma aparência de “leite talhado”. Isso nada mais é do que uma reação de temperatura. O iogurte gelado vai se agregar à manteiga, e por isso vai parecer talhado. Depois isso se ajusta no forno. Mas procure adicionar o iogurte e o café e bater bem.

Peneire os ingredientes secos – isso também ajuda a separar as partículas de farinha e cacau e permitir que mais ar entre em sua receita. Nossa, já temos quase uma ventania no bolo!

Junte os ingredientes secos peneirados à mistura de açúcar, ovos, iogurte e café, acrescente a essência de baunilha e o fermento e misture bem. Essa etapa deve ser feita de maneira rápida e suavemente, porque senão todo o trabalho que você teve em aerar a massa será perdido. Se tiver coragem, pode fazer isso com as mãos… isso mesmo, com as mãos, para sentir onde tem bolotinhas de farinha, sem precisar ficar mexendo e mexendo com um fouet.

Leve ao forno em temperatura máxima, em forma untada, até que o bolo cresça e, em seguida, abaixe a temperatura do forno, para que a massa “cozinhe”. Deixe assar até que, colocando um palito na massa, ele saia seco e limpinho.” O meu, com a receita dupla, rendeu dois bolos, como vocês podem ver pelas fotos, um grande e um na forma de pão (que obviamente ficou em casa).

Minha calda de chocolate meio-amargo:

1 xícara de creme de leite fresco

1/2 tablete de chocolate meio-amargo

1 colher de sopa bem cheia de cacau em pó

1 colher de sopa de manteiga

1 colher de chá de baunilha

1 colher de sopa de açúcar (ou a gosto)

Levar ao fogo bem baixinho o creme de leite até esquentar, incluir os chocolates, o açúcar e deixar derreter, no final a manteiga. Mexa o tempo todo com um fouet.

Bjs e um abração a todos.

Téia.

 

Bolo de mandioca com recheio de requeijão

Deixando de lado o sumiço, não aguento mais dar desculpas (que são sempre as mesmas, falta de tempo, correria,
doenças bobas que atrapalham, blá, blá, blá), vamos a esta deliciosa receita.

O marido vivia pedindo para eu tentar fazer este bolo que tem aqui em Bsb, feito pela Monjolo, loja maravilhosa de bolos, salgados, tortas, biscoitos e similares. Aqui é chamado de Bolo da Vovó. Tentei reproduzir e eu achei bem parecido, embora não tenha agradado muito ao homenageado. Acabei tendo de congelar um deles.

Independente de ser parecido ou não com o objeto do desejo (reitero, é parecido, sim) achei ele divino, super fôfo, leve e o recheio cremoso levemente salgadinho dá o diferencial.

Sugiro comê-lo quentinho ou morno pois o creme derrete e realça.

É um bolo que derrete na boca.

Dá vontade de comer vários pedaços com um bom copo de capuccino.

Perfect!!!

Bj a todos.

Receita
 
Bolo de mandioca com recheio de requeijão 
  
3 ovos (separados as gemas das claras)

1 kg de mandioca ralada (passei no processador) e crua

1 xícara de açúcar + 2 colheres de sopa

1 vidro pequeno de leite de côco (250 ml)

5 colheres de sopa de côco ralado (usei fresco, mas pode ser seco)

2 colheres de sopa de manteiga

1 pitada de sal

1 copo de requeijão cremoso de copo (ou 1 copo e ½ se gostar de muito recheio, eu fiz assim) Não use light

Comece tirando os ingredientes da geladeira meia hora antes de começar, no mínimo.

Pré-aqueça o forno a 180º C.

Junte em uma tigela, as gemas coadas, a mandioca ralada, o açúcar, o leite de côco, o côco ralado e a manteiga. Misture bem e reserve.

Bata as claras em neve com a pitada de sal. Quando já estiver quase no ponto, inclua as 2 colheres de sopa de açúcar.

Agregue as claras em neve de 3 vezes a massa reservada.

Unte e esfarinhe duas formas de pão. Coloque a massa, o requeijão e a massa por cima. 

Leve ao forno pré-aquecido por 40 minutos em 180ºC, depois por 10 ou 15 minutos em 250º ou até dourar. O teste do palito pode ser utilizado, que deverá sair seco, mas observe que sairá um pouquinho úmido e com requeijão.

Observe o tempo, meu fogão  é de 6 bocas, conseqüentemente, o tempo pode mudar se for de 4 bocas, ou até de forno para forno.

Achei o tempo longo, pois nunca tinha feito bolo de mandioca, mas como é um bolo sem farinha e fermento pode levar mais tempo. Foi mesmo 1 hora.

 
33 Comentários

Publicado por em 14/04/2010 em bolos, café-da-manhã, côco, doces, lanchinhos

 

Cookies de chocolate e nozes deliciosos

Apesar de ser “doçólatra”, não tenho grandes apetites para biscoitos doces (como tenho para bolos), como já falei aqui algumas vezes, mas os cookies me fascinam pela textura crocante e que derrete na boca. 

Como nada é perfeito, pelo menos para minha silhueta, esta receita é o retrato literal desta descrição, o que ocasiona, of course, aquele efeito “é impossível comer um só”. 

Então, queridos, se estão preocupados em engordar, run, baby, run…mas…. se a gulodice falar mais alto (o que quase sempre acontece com todos nós), let’s go, é mesmo delicioso. 

Esta receita é da mamy, não tenho certeza de onde ela tirou,  porém tenho a impressão de já ter visto em alguns blogs, creio que aquele receita da loja Neiman Marcus.  

Aproveito e deixo meu recado para meus amigos blogueiros, ainda não consegui atualizar minha lista de blogs favoritos, já vou dar um jeito nisto, não pensem que é descaso ou qualquer coisa deste gênero. 

Receita

1 xícara de manteiga

2 xícaras de farinha de trigo

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 xícara de açúcar

2 1/2 xícara de aveia liquidificada (bata no liquidificador)

400 g de raspas de chocolate

1 xícara de açúcar mascavo

1/2 colher de chá de sal

130 g de chocolate em quadradinhos ou gotas de chocolate

2 ovos

1 colher de chá de fermento em pó

1 colher de chá de baunilha

1 e 1/2 xícara de nozes trituradas

Bata na batedeira ou com um fouet a manteiga com os açúcares até formar um creme.

Adicione os ovos, baunilha, farinha, aveia, sal, fermento e bicarbonato, até ficar homogêneo, agregue os chocolates e as nozes.

Faça pequenas bolinhas (do tamanho de uma moeda de 50 centavos) elas se expandirão e tomarão a forma de bolachas. Coloque em forma untada separadas por 5 cm.

Leve ao forno pré-aquecido a 200° por 10 minutos ou até dourar.

Esta receita rende aproximadamente 60 cookies iguais a este abaixo.

Bjs carinhosos e crocantes a todos.

Update: Os ingredientes em preto foram incluídos depois que a minha querida leitora Cladete Freitas alertou que os ingredientes estavam no preparo mas não constava nos ingredientes. Querida, muitíssimo obrigada e mil desculpas a todos pela distração. Eu realmente tenho que parar de postar as 23:00, o nível de distração (que já não é pequento) aumenta muito pelo cansaço. Foi mal aí galera!

Ah, outra leitora linda a Grazi me pergunta qual a medida das xícaras que eu uso. A medida é de 200ml. Caso seja farinha ou açúcar em gramas fica 220 g.

 
 

Tags:

Bolo Triplo de Limão depois de um dia doce

 

 

Após um dia tão lindo quanto o Dia das Mães, esta receita de limão bem azedinha, por ter o limão três vezes, nem seria apropriada, masss, como eu não sou chegada a estes detalhes, resolvi postar este lindo bolo, cujas fotos eu tirei, e não o maridão, e que é muito fofinho e refrescante.

Conselho? Não exclua a cobertura, ela complementa totalmente o bolo e não leva nem 2 minutos para ser feita. Já que ajoelhou, agora reza…
 
Não sei se já perceberam, não sou muito de fazer e nem de comer bolos. Aqui no blog, por exemplo, só tem 4, sendo um deles um muffin, os famosos bolinhos, e uma torta, mas os limões do meu jardim estão lindos e muitos, então, no final de semana tive que usar a imaginação, fiz cocada com limão, mousse de limão e limonada, depois virão as receitas…e o bolo ficou ótimo…enjoy…
 
Peço desculpas pelo sumiço, para variar uma virose me tirou o ânimo, mas já estou de volta.
 
Aproveito e desejo sempre o melhor para todas as mães que me visitam, um abraço quentinho e um beijo estalado em todas.
 
 
Ingredientes
 
2 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de acúcar
150g de manteiga
4 ovos
1/4 de xícara de suco de limão
1/2 xícara de leite
1 colher de sobremesa de raspas de limão sem a parte branca
1 colher de sobremesa de fermento em pó
 
Bata na batedeira  as gemas, a manteiga e o açúcar até ficar clarinho, acrescente a farinha e intercale com o limão e o leite até ficar homogêneo. Desligue a batedeira e acrescente as raspas e o fermento. Bata as claras em neve e acerscente delicadamente à massa.
 
Coloque em uma fôrma untada e esfarinhada grande e leve ao forno pré-aquecido por 30 a 40 minutos, dependendo do forno, até o palito sair limpo. Espere esfriar e desenforme. Jogue a cobertura.
 
Cobertura:
1/2 lata de leite condensado
1/4 de lata de suco de limão ou a gosto
1 colher de chá de raspas de limão
 
Coloque os ingredientes em uma recipente fundo e  mexa com um fuet (batedor) até ficar cremoso. Jogue sobre o bolo e enfeite com as raspas. 
 
Azedinho…hummm…
 
36 Comentários

Publicado por em 12/05/2009 em bolos, café-da-manhã, doces, lanchinhos, limão

 

O Pão Preto do Outback

A primeira vez que conheci o Outback foi há dez anos atrás em Orlando, na minha primeira viagem internacional com o atual marido e na época noivo, e antes deste estabelecimento aparecer aqui em terras brasilis.

Saímos encantados e apaixonados pelo lugar, original e aconchegante na decoração, o atendimento simpático e informal, a carne e os acompanhamentos estavam perfeitos, a salada fresquíssima, mas o que mais nos surpeendeu foi aquele pão preto macio e adocidado.

Naquele tempo não tinha muito gosto por cozinhar (mas por comer, sempre),nunca me imaginaria 10 anos depois com um blog de culinária e postando o tão desejado pão.

Receita da Ci do Cinara’s Place. Ficou igualzinho. Perfeito e Maravilhoso! Além de macio é um pão rico, com diversos ingredientes e dá vontade de comer até acabar. E ainda ficamos com gosto de quero mais. Além da forma de pão tradiconal, fotografada, rendeu mais 3 pães do tamanho de pães franceses grandes.

Façam e depois me contem!

Bj queridos!