RSS

Arquivo da categoria: amigos

Nota

Amigos queridos:

Mesmo após 2 meses sem postar, as estatísticas do blog me avisam que ainda recebo centenas, e até milhares de visitas diárias. Isto me lembra que tenho pessoas que me são fiéis e que devo voltar aqui para postar e retribuir o carinho. Carrego uma pequena culpa por não vir tanto quanto gostaria.

É uma grande pena, não ter tempo ou disposição para vir sempre aqui. Minha vida está cada vez mais corrida e apesar disso tenho cozinhado um bocado, mas com poucas novidades, além disto, quase sempre é para receber amigos e família, e na confusão das reuniões, acabamos esquecendo de fotografar. Fazer comida, nem sempre gera um post pois tem que ser especial.

Enfim, queria agradecer demais as pessoas lindas e pacientes que vêm me visitar e pelas as quais tenho muita gratidão.

Prometo me esforçar mais e vir aqui deixar uma receita ou dica para vocês.

Resolvi voltar hoje porque tenho uma receita bem legal: um bolo de aniversário de chocolate. Uma idéia simples, recheado de doce de leite e  nozes e coberto de chocolate, mas feito com carinho para uma amiga/irmã muito querida e amada, que é minha leitora assídua, a  Bia, em seu aniversário semana passada.

Esta receita deu super certo, e quem fez foi minha super secretária, eu só dei a ideia do recheio e a cobertura, esta sim eu fiz. A decoração também foi minha. Usei xerém de castanha de caju, granulado de bolinha e uns bombons que ganhei na Páscoa.

Uma dica: dá para fazer só a receita do bolo e comer purinho, vai ficar muito bom com um café.

Vamos a receita:

Bolo de chocolate

3  xícaras de farinha de trigo

2 xícaras de açúcar

1 xícara de óleo de milho ou canola

1 xícara de chocolate em pó

3 ovos

1 colher de sopa de fermento em pó

Bata tudo na batedeira e no final o fermento em pó. Leve ao forno pré-aquecido a 200º C, em forma untada e esfarinhada entre 40 e 45 minutos. Faça o teste do palito, se sair seco está pronto. Deixe esfriar completamente e corte ao meio.

Recheio

1 lata de leite condensado cozido por 50 minutos depois de apitar

1/2 xícara de nozes (era o que tinha em casa)

Misture os ingredientes e recheie o bolo.

Cobertura

1/2 barra de chocolate meio amargo

1/2 barra de chocolate tipo diamante negro

1 colher de sopa de cacau em pó

1 caixinha de creme de leite

1/2 lata de leite condensado

Levei todos os ingredientes ao microondas e fui verificando a cada minutos até derreter o chocolate e ficar cremoso.Creio que levou uns 3 minutos. Veja como ficará no seu. Espere esfriar e cubra o bolo.

Para enfeitar:

1/4 de xícara de granulado de bolinha

1/2 xícara de xerém de castanha de cajú

2 bombons de chocolate meio amargo Ferrero Rocher (cortei ao meio)

2 bombons de chocolate ao leite Ferrero Rocher (cortei ao meio)

4 bombons de chocolate branco e côco Ferrero Rocher

Use a foto lá de cima como referência.

 

Para todos um abraço bem apertadinho e meu obrigada, sempre.

P.s: as fotos não estão maravilhosas, mas dá para ver a ideia, né?

Téia.

Bolo de chocolate recheado de doce de leite

 

Pêras ao Vinho

Hello everybody!

Primeiro dia de férias, e acabou a desculpa pela ausência. Vamos trabalhar no site e descansar fora daqui.

Well, receita fácil e rápida é o que mais tem no banquetes. Esta é mais uma delas.

A motivação para fazê-la, descrevo abaixo:

Fomos em um restaurante maravilhoso (mas “levemente” caro) aqui em Bsb com um casal de amigos (K. e M.) que amamos de todo o coração, irmãos mesmo, e ao final da refeição, na hora da sobremesa, minha amiga fala: -Ah, tem pêras ao vinho, adoro! E eu, metida e mão de vaca: -K. por este preço eu faço para você, come outra coisa que eu não saiba fazer… Ela atendeu e no próximo encontro com os dois levei estas pêras. No mesmo dia ainda tinha uma torta de chocolate e uma sobremesa de morangos com requeijão fantásticas.

Tinha muito tempo que não fazia esta receita e relembrá-la foi ótimo. Acabei fazendo de novo para comermos aqui em casa, eu e maridão.

Qualquer um pode fazer esta receita. Eu disse qualquer um, em K.????

Vamos lá:

Pegue 6 pêras e descasque-as mantendo o cabinho, só para ficar mais bonitinho. Escolha umas pequenas para ficar mais delicado. Coloque-as de molho a medida que for descascando em uma travessa com  água, o suco de 1 limão e uma colher de sopa de açúcar.

Leve ao fogo em uma panela: 1 garrafa de vinho tinto seco (dos bons, em?), 2 xícaras de açúcar, 1/2 xícara de vinho do porto (se não tiver, não tem problema), 2 pedaços grande de canela em pau e 1 colher de chá de baunilha. Quando derreter o açúcar, uns 2 minutinhos, inclua as pêras e deixe cozinhar por uns trinta a quarenta minutos. Elas estarão boas quando ao espetar um palito ou a pontinha de uma faca elas estiverem macias, mas ainda levemente firmes, sem desmanchar. De vez em quando, mexa para que as pêras cozinhem uniformemente. Tire as pêras da calda e as coloque no refratário que serão servidas.

Deixe a calda por mais 5 a 10 minutos até dar uma leve engrossada e junte às pêras.

Leve a geladeira e sirva com sorvete de creme ou baunilha.

Nhami!!!

Bj a todos.

Téia.

 
7 Comentários

Publicado por em 21/11/2011 em amigos, banquetes, doces, sobremesas, Uncategorized

 

Tags: , ,

Festa Brega – As comidas

Algum tempo atrás fizemos uma festa brega na casa de amigos queridíssimos, com a presença de pessoas tão queridas e especiais quanto. Foi uma tremenda brincadeira, em todos os sentidos.

Eu metida que sou já fui apontando o que o coletivo e/ou o que a minha percepção entende por brega, sempre como uma forma de brincar com os padrões estabelecidos. A Culinária também segue tendências e as comidas caem de moda.

As vezes apenas um detalhe deixou a comida brega, por exemplo, o pavê fiz com a cobertura azul, e os docinhos em várias cores, estas cores são extravagantes e fora de contexto para festas adultas, mas ficam lindas em uma festa infantil.

Foi tudo descompromissado, mas ficou bem interessante no todo:

Cardápio:

Para petiscar:

Aqueles salgados de queijo, salsicha e azeitona espetadinhos no melão com papel alumínio, que  o povo costuma chamar de….Sacanagem…

Coxinhas e empadinhas, enroladinhos fritos de salsichas (momento Caco Antibes I).

Como prato principal: que ninguém me mate porque eu também adoro, estrogonofe de  filé, batata palha, arroz branco e claro, salpicão.

Sobremesas: Pavê de Ameixas com Chantily Azul, Docinhos de Leite em Pó Coloridos e, óbvio, cajuzinhos (momento Caco Antibes II).

Estava tudo ótimo, e serviu para lembrarmos como deixamos de lado comidas maravilhosas por puro modismo, ou só as servimos em nossos momentos  íntimos.

Quem disse que risoto é mais chique do que arroz de carreteiro? Frutas vermelhas são melhores do que ameixas e pêssegos? O Coletivo, claro, e nós vamos seguindo assim.

Pensem em uma festa super animada, com verdadeiros momentos felizes, alegres, de relaxamento e descontração. E que lavam nossa alma…

Escolhi o pavê de ameixas, para deixar aqui para vocês.

Receita:

Creme Amarelo

1 lata de leite condensado

2 latas de leite

2 colheres de sopa de amido de milho

1 colher de chá de baunilha

3 gemas sem película (coadas)

Leve ao fogo até ferver e virar um mingau

Doce de Ameixas

1 lata de ameixas em calda sem caroços

1 pouco de água (+ ou – 100 ml)

3 colheres de sopa de vinho do porto

Bata no liquidificador as ameixas em pedaços com a água e o vinho, até virar um purê

Chantilly Azul

3 claras batidas em neve com 3 colheres de sopa cheias de açúcar e algumas gotas de corante azul em gel, até alcançar a cor

Monte colocando uma camada do creme embaixo, uma camada de biscoitos maisena (1 pacote) sem molhar, uma de ameixa, mais biscoitos e por cima o chantily. Enfeite com confeitos coloridos e leve a geladeira por pelo menos 4 horas.

Bjs bregas a todos.

Téia.

 
6 Comentários

Publicado por em 09/10/2011 em amigos, doces, encontros, sobremesas, Uncategorized

 

Tags:

Biscoitinhos de Parmesão, Orégano e Pimenta Calabresa

Amigos:

Ando com muita vontade de comidas reconfortantes, como biscoitinhos, bolos e bolinhos.

Quando penso assim, penso na fôfa da Glau “Quitandoca“. Só para vocês terem uma idéia, fiz três receitas dela só esta semana. Comecei com esta aqui, e ficaram muito gostosos, crocantes e aromáticos, sem contar como é rápido e fácil.

E então, em sua homenagem coloquei os biscoitos em potes coloridinhos e lindinhos. E Miltão tirou fotos lindas. Obrigada aos dois.

Rendeu um montão, fiz com cortadores pequenos e deu umas oitenta unidades. Não se enganem, é muito fácil comer esta quantidade….cuidado aí, em? Eu fui comendo em bocadinhos, de 5 em 5 e pensando como comida faz a gente feliz…

Fiz igualzinho e deu super certo.

– 340g de farinha de trigo
– 100g de manteiga em temperatura ambiente
– 1/4 de xícara (café) de azeite
– 90ml de cerveja (o restante você bebe)
– 10ml de água
– 1 colher (chá) de sal
– 1/2 colher (chá) de pimenta calabresa
– 2 colheres (sopa) de orégano
– 120g de queijo parmesão raladoColoquei todos os ingredientes na batedeira – usei a pá raquete – e bati em velocidade média até que formasse uma massa homogêna. Dá pra misturar na mão só que vai te dar um pouquinho mais de trabalho.

Abra a massa com um rolo e com o cortador fure toda a massa. Coloque numa forma untada e coloque pra assar em forno preaquecido em 180 graus. Levou  uns 40 minutinhos.

 
 
Bj a todos.
 
Téia.
 
12 Comentários

Publicado por em 23/08/2011 em amigos, cozinha amiga, ervas, lanchinhos, pimenta, queijo

 

Tags: , ,

Mini-Cupcakes festeiros de limão e chocolate

Alguns dias atrás, eu e Miltão fizemos 12 anos de casados, rolou, então, uma reunião com a família e os padrinhos, para além de comemorar, não perder a chance de encontrar pessoas tão queridas para nós.

Infelizmente algumas delas não puderam comparecer, inclusive minha família e alguns padrinhos, que estavam viajando, adoentados ou tinham outros compromissos, mas apesar disto foi maravilhoso.

Com minha mãe, irmão e cunhada fizemos uma prévia com risoto de camarão e crumble de maçã. As receitas aparecerão em outras oportunidades.

Então, voltando a comemoração, desta vez, fui quase de convidada, contratei uma turma muito legal que fez crepes deliciosos, e para não dizer que não fiz nada, senão ia ficar doente, como diz o Miltão, fiz uma mesa com cupcakes de limão e chocolate, brigadeiros de potinhos (ovomaltine e capim santo), licores, café, chocolate quente e chá de capim santo.

Hoje vou deixar aqui para vocês a fotos da mesa e as receitas dos cupcakes.

Vista panorâmica da mesa de bebidas quentes, licores e guloseimas

Os licores e atrás o álbum que ganhei de presente com nossos 12 anos de fotos

Vista da nossa área de lazer e a equipe dos crepes em ação

Os brigadeiros - "Reserva 2011"

Já havia feito algumas receitas de cupcakes que não me agradaram muito, mas eis que fui chamada para a inauguração do Espaço Gourmet e Espaço Saúde da chef e amiga Tâmara Rolim (contato@nutichefbrasilia.com.br), e ela fez um cupcake de baunilha com cobertura de chocolate branco que estava desmanchando na boca e super leve.

Ela gentilmente me cedeu a receita base, que passo para vocês. Inclui raspas de limão e chocolate em pó e fiz as coberturas do meu jeito. Caso você tenha dúvidas em fazer cupcakes maravilhosos, pode fazer estes, vocês não irão se arrepender. O povo não parava de comer….

Mini – Cupcakes:

Massa:

250 g de farinha de trigo

200g de açúcar

150g de manteiga

200ml de leite

4 ovos

1 colher de sopa de fermento em pó

Separe as gemas das claras. Bata o açúcar com a manteiga até ficar bem claro. Acrescente as gemas uma a uma e continue batendo, acrescente a farinha e o leite, alternadamente, ouu seja, uma colher de uma e do outro, por fim acescente o fermento. Bata as claras em neve e encorpore à massa lentamente. Leve ao forno pré-aquecido (10 min.) à 200ºC por cerca de 30 minutos. Faça o teste do palito, que deverá sair sem migalhas.

Para os cupcakes de limão acrescentei as raspas de 1 limão a massa antes do fermento. A cobertura foi 1 barra de chocolate branco (170g), 3/4 caixinha de creme de leite, suco de meio limão e as raspas da metade. Aqueci o creme de leite e o chocolate por 1 minuto no microondas. Mexi com um fuet e acresentei as raspas e o suco de limão aos poucos. Observe se você gosta mais ou menos azedinho e reduza ou aumente a quantidade. Passei com um colher em cima dos bolinhos e enfeitei com confeitos coloridos.

Para os cupcakes de chocolate acrescentei 3 colheres de sopa de chocolate em pó junto com a farinha de trigo e ½ barra de chocolate a 70% picadas (pode usar o meio amargo) em quadradinhos e acrescentei à massa. A cobertura foi a outra metade da barra de chocolate, uma caixinha de creme de leite, 1 colher de baunilha, 2 colheres de sopa de leite condensado.

Com esta massa, não há limites para a imaginação, podemos incluir nozes, castanhas, trocar o limão, por laranja ou maracujá, e por aí vai…

Bj a todos.

Téia.

 

 
23 Comentários

Publicado por em 15/06/2011 em alimentando a alma, amigos, Uncategorized

 

Xuxa e Pelé – A Sobremesa

 

O nome desta sobremesa é mesmo muito engraçado. Para começar, se você tem menos de 40 anos, talvez nem saiba que a Xuxa, no começo de sua carreira como modelo, antes mesmo de ser a rainha dos baixinhos, namorou o Pelé. Pois é, na época, era o exemplo pop do casal inter-racial, mais ou menos como é hoje a Heide Klum e o Seal. Por aí, vocês tiram o quando esta receita é antiga. Aprendi com a mãe de duas amigas de infância. E já devem ter percebido que ela é preta e branca.

É realmente uma das receitas que eu mais executei na vida, que mais as pessoas me pedem a receita, para eu fazer, e obviamente, a que mais comi também. Já comi tanto e tanto, que até enjoei um pouco. Não vou dizer que não como de jeito nenhum, mas se tiver outra, vou nela. Isto não a diminue em nada, ela é deliciosa…

Muitos são os motivos para repetí-la: é bem fácil, rápida, é feita com ingredientes que geralmente temos em casa e todo mundo adora. Sem contar que o povo cai na gargalhada com o nome inusitado.

Como esta receita me acompanha há anos, tenho um monte de estórias e de casos a respeito dela. Vou citar três por aqui, uma engraçada, com meu pai como protagonista, e as outras duas com uma amiga querida, que foi o motivo por eu ter escolhido esta receita para postar hoje. A Fátima, amiga do trabalho, nos deixou este mês, foi conhecer Deus e nos deixou aqui morrendo de saudades.

1ª: Comentário do meu pai (chocólatra), toda vez que comia esta sobremesa: -A Xuxa (o chantily) que me perdoe, mas o Pelé (a parte de chocolate) é muito mais gostoso. Kkkkk…

2ª: Um belo dia era aniversário da Fátima, e ela amava esta sobremesa, e eu fiz e levei para comemorarmos. Geralmente, cada um leva um prato ou bebida. No mesmo dia, aconteceu um fato (não foi morte) que impedia a comemoração de qualquer coisa, e ninguém levou nada. Ela nem se abalou: -Não quero nem saber, vamos comemorar assim mesmo, que não vou deixar de comer Xuxa e Pelé. E lá fomos nós em frente a sobremesa e 1 refrigerante para umas 15 pessoas, cantando parabéns bem baixinho, porque ela era muito gulosa e festeira e não ia perder a chance.

3ª: Passados uns 2 anos, eu já havia mudado de Departamento, a minha amiga Ana Paula, que estava grávida, me liga gargalhando e fala: – Téia, tenho uma da Fá para te contar, ela me falou que era para eu dizer que estava com desejo de Xuxa e Pelé, só para ela poder comer…Kkkkk….Cabeça gorda (mas era magra). Caí na gargalhada…

Então, gente, isto é para refletirmos como a comida faz parte de nossas vidas e estórias e nos faz lembrar pessoas que amamos e fatos que vivemos.

Fá, você deixou a gente aqui com um pedacinho do coração vazio, mas sua linda energia estará sempre em nós. Fica aqui minha singela homenagem a você que era tão doce quanto esta sobremesa. Quando eu chegar aí no céu (se Deus quiser) te faço um balde de Xuxa e Pelé e daremos muitas risadas juntas.

Que tal ir agora para a cozinha e fazer esta receita para alguém que você ama? Nunca sabemos quanto tempo estaremos com ela, não é mesmo?

Segue a receita (entre lágrimas)

Creme preto:

2 latas de leite condensado

8 colheres de sopa de chocolate em pó (pode ser Nescau ou similar, mas ficará mais doce)

4 gemas

2 latas de leite (medidas na lata de leite condensado)

1 colher de sopa de manteiga

Leve ao fogo de médio para baixo todos os ingredientes até soltar da panela e virar um mingau, sem parar de mexer. Como o chocolate não é instantâneo, sugiro aquecer meia lata de leite no microondas e acrescentar o chocolate para derreter. Reserve. Deixe esfriar.

Creme branco:

4 claras batidas em neve

4  colheres de açúcar refinado e peneirado

1 pitada de sal

1 lata de creme de leite sem soro ou 2 caixinhas

Bata as claras em neve, com a pitada de sal, e acrescente o açúcar aos poucos. Acrescente o creme de leite.

Coloque em uma vasilha ou bowl, o creme preto por baixo e o branco por cima. Enfeite com granulado ou com chocolate ralado. Dá uma receita grande, costumo colocar em 2 blows com tampa. Rende umas 6 porções em cada e deixo no congelador. Já ficou até durante um mês.

LEVE AO CONGELADOR. Não vira sorvete, fica levemente congelado, mas ainda bem cremoso. Retire uns 5 ou 10 minutinhos antes de servir. 

Bj grande a todos.

Téia.

 

Lanchinho para o Casa na Estrada

E então, para a minha felicidade e alegria, meus amigos queridos Bia e Dig do blog Casa na Estrada estiveram aqui em casa para nos encontrarmos depois de mais de um ano sem nos vermos. Vieram também a filhona e o genro deles e minha mãe.

Dig e Bia

Já falei deles por aqui, vivem uma aventura maravilhosa, conhecendo o Brasil em um motor-home (ai que inveja branca) e vieram matar as saudades da família e dos amigos, para depois votar para o “batente” (cof, cof).

Eles são amigos do coração e já deixaram saudades, são comilões como nós, alegres como nós, então, rimos um bocado e comemos mais ainda, a noite foi mesmo ótima….

Fiz um menu simples, mas feito com carinho: gaspacho, receita já postada no blog, queijo brie com mel e avelãs, aquecido no meu recheaut chiquérrimo, patê de ervas, torta de frango, milho e espinafre, salada de repolho com cenoura, passas e molho de mostarda e mel. De sobremesa cocada de gengibre e limão em copinhos, receita aqui.

Seguem as receitas que escolhi para o post de hoje:

Queijo brie com mel e avelãs

Pegue uma boa peça de queijo brie e aqueça em um recheaut, quando começar a derreter jogue uma boa porção de mel, (usei 1/2 xícara e fui reabastecendo) e 1/5 de xícara de avelãs torradas sem pele (ficaria ótimo também com amêndoas)



Torta de Frango, Milho e Espinafre

Ingredientes (15 pedaços grandes ou 30 pequenos):

Massa:
3 ovos
1 xícara de óleo de girassol ou milho
2 xícaras de farinha de trigo
1 e 1/2 xícara de queijo parmesão ralado
2 xícaras de leite
1 colher de sopa de fermento em pó

Sal a gosto

Bata no liquidificador todos os ingredientes, sendo que o fermento vai por último.

Recheio:
 
300g de peito de frango e/ou sobrecoxas cozidos
1 xícara de espinafre cozido levemente e picado
1 lata de milho escorrido
1/2 lata de molho de tomate pronto
 
Misture com os ingredientes em um recipiente e reserve.

Cobertura:
 
4 colheres de sopa de gergelim branco crú (desta vez não usei pois havia alérgico ao ingrediente)
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
 
Polvilhe por cima da torta.
 
Montagem:
De baixo para cima:
Massa
Recheio
Massa
Cobertura
Leve para assar em fôrma retangular untada e esfarinhada, em forno pré-aquecido por aproximadamente 30 minutos a 200 graus, ou até ficar levemente dourada.

Dica:
Tortas salgadas ou doces, bolos, pudins, biscoitinhos, pães, etc, têm que ser levados ao forno pré-aquecido, por 10 minutos e o tempo de preparo depende muito do tipo, tamanho e modelo do forno, por isto a cada 10 minutos dê uma olhadinha, se estiver pegando embaixo e ainda crua em cima, suba para a grade mais alta e/ou diminua a temperatura.




Salada de Repolho, Cenoura, Maçã e Passas com molho de mel e mostarda

1/2 repolho cru ralado
2 cenouras cruas pequenas raladas
1 maçã picadinha
1/2 xícara de passas deixada de molho em vinho branco quente por 10 m

Junte tudo em um recipiente e acrescente o molho

Molho

1 caixinha de creme de leite
3 colheres de sopa de mostarda forte

2 colheres de sopa de mel

1 colher de sopa de limão

Bata com um fuet e acrescente à salada

Bj a todos.

 
30 Comentários

Publicado por em 14/09/2009 em amigos, castanhas, frango, maçã, queijo, salada, salgado, tortas

 

Quindão Perfeito

 
 

Hoje, o Banquetes faz 6 meses de postagem, já foram muitas receitas e muitas amizades virtuais. Resolvi comemorar com uma de minhas receitas preferidas, o QUINDÃO. Descobri no mundo dos blogs uma terapia gratuita, amo, amo, amo tudo relacionado a ele, nunca tive um senão desde junho até aqui, é o que sempre digo para o marido, só tem gente boa, educada e querida neste mundo. Vida longa aos blogueiros!!!
 

Queridos, o Natal passou, a comelança começou a diminuir, mas as fotos estão aí para não me deixar mentir, teve muita fartura e delícias aqui em casa, inclusive com algumas comemorações antes do dia 24.

Foi a primeira vez que fizemos uma ceia aqui em casa. Fiquei muito feliz, vieram a família e alguns amigos, e teve repeteco no dia 25 só com a família…Para mim foi muito especial…

Aí vão as fotos para vocês participarem do evento.
 
A mesa com os aperitivos, estão faltando muitos deles, mas era só para vocês verem o todo.
 
Fiz petiscos de ameixa+cream cheese+copa, espetinhos de tomate cereja+queijo+abobrinha, patê de ervas, torradas,cenouras e pepinos gelados, amendoins, frutas secas e castanhas.
 
A mesa principal
 
O pernil com farofa de damasco, calabresa, castanha-do-pará e bacon feitos pela Mamy, ao fundo o arroz de amêndoas torradas
 
 
O Chester feito por mim e pela sogra, com molho de espumante, laranja e coberto de bacon e recheado com cebolas e acompanhado por farofa de cream craker
 
 
O Bacalhau do Porto com batatas, cebolas, pimentão e muito azeite
 
 
Agora, as sobremesas, minha parte preferida..
 
Mousse de damasco com calda de damasco
 
 
 
Delícia de Banana com Chocolate, receita já postada aqui, só peguei metade do creme e acrescentei 3 colheres de sopa de chocolate em pó
 
 
 
A Torta Alemã feita pela Mamy
 
 
 
A receita que escolhi para publicar foi a do quindão( foto no início do post). Este é o melhor, mais fácil e mais cremoso quindão que conheço.
 
Já havia feito diversas receitas de quindão, mas depois que descobri esta, há alguns anos, nunca mais fiz outra. Há um diferencial nesta receita, o acréscimo do leite de côco na massa, que não é comum, e dá um gosto mais sofisticado ao doce, e, por dispensar fazer a calda de açúcar, que pode fazer a receita dar errado. Gosto de usar côco fresco, mas se fizerem com o seco, é só colocar de molho por 10 minutos em 1/2 xícara de leite morno, depois escorra.
 
Podem fazer desta a sua receita de quindão, sempre dá certo.
 
Ingredientes
 
24 gemas sem película
500g de açúcar refinado
200 ml de leite de côco
100g de côco ralado
2 colheres de sopa de manteiga derretida
6 gotas de corante laranja (não usei porque tinha acabado, mas a cor fica mais bonita)
 
Unte uma fôrma de pudim pequena com manteiga e polvilhe açúcar refinado, leve ao freezer por 15 minutos. Este é o pulo do gato para o quindim não grudar na fôrma e ficar em pedaços.
 
Passe as gemas pela peneira e coloque em um refratário, bata por 1 minutinho com o fuet, acrescente o açúcar, o leite de côco, o côco ralado, a manteiga derretiva e bata até misturar bem. Coloque na fôrma e leve ao forno em banho-maria por 1 hora e 10 m em 200º.
 
AAAAMOOOO QUINDÃO….
 
Aos poucos vou postando as demais sobremesas…e alguns dos salgados também…
 
Agora quero agradecer o prêmio dado pelos meus amigos “viajandões” Dig e Bia do blog Casa na Estrada . Eles estão descobrindo coisas incríveis pelo Brasil, não percam, vão lá visitá-los) que me homenagearam com um selo lindo de golfinho, o ” Blog Simpático”. Eu tento, eu tento…hehehe…
 
Os dois eram os amigos mais presentes em nossas vidas, quase toda semana tinha um churrasco ou reunião para nos encontrarmos, na deliciosa casa deles, sinto muita falta destes momentos. Ainda bem, que um dia eles voltam….
 
 
 
 

Potes Quentes de Chocolate

Adivinhem??????  7 assuntos, de novo….
Mesmo postando mais a míude, continuo tendo muito assunto. Esta semana será de muitas pessoas que adoro e quero homenagear. Então, vamos lá!!!
Já que este é um blog de culinária, a primeira homenagem é para a querida, talentosa, chocólatra como eu, a minha amiga, a super diva Simone do blog Chocolatria, já havia feito esta receita há um tempinho, e já que hoje é dia de homenagens, nada melhor do que postar esta delícia, parece um petit gateau em potinhos, como ela mesma falou no post. Sirva quentinho, fica maravihoso. Joguei uma farofinha de avelãs e um moranginho só para enfeitar… Ah, ela explica que esta receita é da Nigella…para mim, é da Si mesmo…hehehe….
Chocohotpots (Potes Quentes de Chocolate)
125 g de manteiga
125 g de chocolate meio amargo
02 ovos
150g de açúcar
03 colheres de sopa de farinha de trigo
Pré-aqueça o forno em 200ºC. Derreta o chocolate em banho maria ou no microondas com a manteiga. Numa tigela mata os ovos com o açúcar e a farinha. Misture ao creme de chocolate. Leve ao forno por 20 minutos. O topo irá rachar e o interior terá um creme de chocolate.
Então, esta mesma receita, veio a atender e homenagear a minha amiga do trabalho, a Liz, que vive deixando recados fôfos, iguais a ela, aqui no blog, pedindo receitas e a gente vive trocando idéias. Ela me pediu receita de petit gateau, não é o tradicional, mas se bem a conheço, prática que ela só, vai gostar da idéia. Mais uma receita da série: Receitas à pedido. Espero que goste lindinha.
A segunda homenagem é para a Bebel, que faz hoje um anininho de idade, é uma figurinha que nos faz muito feliz, é de bem com a vida, doce como mel, pede atenção o tempo todo, e que independente do cansaço ou dos problemas, sempre vem em nossa direção com o rabo abanando e fazendo gracinha para nos alegrar, é a nossa cachorrinha, uma pastora branca, olha a última foto dela, como ela está crescida e lindona.
Ela veio para tentar minimizar a ausência de nossa cadela super feliz, que tínhamos antes dela, a Roxy, da mesma raça, que morreu aos 8 meses de uma doença raríssima, e nos deixou tristes demais. Conseguiu!!! Conselho de amiga: tá tristinha, sozinho, com depressão? Compre um cachorro, melhora muito, como diz o slogan da Pedigree: “Cachorro é tudo de bom”.
Para comemorar a data, ia fazer uns biscoitos caninos para ela, como estou com minha secretária do lar dodói, aliás meu braço direito e esquerdo, ficou difícil porque tenho que arrumar e limpar a minha “pequena” casa à noite e/ou de manhã bem cedinho, e ainda cozinhar o almoço do dia seguinte e fazer o lanche noturno, então, esta semana, a cozinha será para o básico. A idéia eu vi no blog da famosa e querida Cinara do blog Cinara’s Place, que pegou de um blog amigo da Raquel. Achei tão legal, vão ver a receita…. link aqui..
A terceira homenagem vai para a minha sobrinha adotiva, a Nina, filha da minha amiga-irmã Ana Paula e do Greg, um casal que eu amo de paixão. Ah, e é sobrinha da nossa querida Valentina do Trem Bom. Que “pedigree”, viu? Gente, pensem numa baixinha, fôfa, tranquila, risonha, curiosa, inteligente e linda? A foto abaixo não me deixa mentir. É, ela, parece um bolinho de chocolate, puxou a mãe que é morena cor de canela, dá uma vontade de apertar as bochechas e as pernocas cheias de dobrinhas. Pois é, ela nasceu no dia dos namorados, podia ser diferente? Só deu pra ficar tudo de bom, e, weel, hoje ela faz 5 meses de nascimento.Êeeeee. Feliz aniversário Ninoca, muita saúde e felicidade na sua vida. A Catarina tem um blog só dela, feito pelos papais queridos, vão lá ver ela, No Mundo de Catarina.
Por último, e não menos importante, quero agradecer de coração a Josy, do O Universo Gastronômico de Josy Marmello que publicou no divertido e delicioso blog dela a receita do brownie de nutella do último post, fez referência ao Banquetes, e fez elogios maravilhosos a mim, obrigada lindona, saiba que foi a primeira a postar uma receita minha, ao menos que eu tenha conhecimento, fiquei alegre demais, uhuuu…
Beijo a todos.
 

Brownie de nutella e muitos assuntos


Muitas novidades esta semana. Para variar um bocado de assuntos e acontecimentos.

Realmente, não posso reclamar de tédio por aqui. Como tudo na vida, algumas não são tão boas (mas já totalmente resolvidas), duas boas e uma maravilhosa.

E aí eu começo o falatório.

Sábado passado marido viajou para Sampa e infelizmente não pude ir com ele como estava planejado, não consegui dispensa na empresa e a conta-corrente também não permitia dois de nós fazermos a viagem. Ele foi para o niver da sogrona no interior de SP (tudo de bom na sua vida, muita saúde e paz) na casa do cunhado, e, depois, na capital participar de um congresso de fotografia, sorte minha, aliás nossa, que vemos suas fotos lindas por aqui, e agora, ficarão mais ainda. Esta não foi uma notícia tão boa, porque fiquei sozinha, e tive uma crise de pressão baixa que me fez dormir quase dois dias sem parar….mas já estou boa e disposta.

Sr. marido já voltou, graças, e me trouxe um monte de presentes: pulseiras de cipó dourado, um DVD de maquiagem para fotografia, acho que nunca falei para vocês, mas adoro maquiagem e já fiz 2 cursos sobre isto, uma caixa de alfajores e doce de leite HAVANA que amo de paixão (foto abaixo). E a sogrona mandou duas camisetas, uma listradinha e uma verde, lindinhas, um conjunto americano de 8 lugares, para a mesa nova, e 5 descansos de pratos com bordados de crochês, tudo feito por ela que é costureira e crocheteira de primeira, aff, amei….
Aí para coroar a semana, minha sobrinha do meio, a linda e queridíssima Raíssa, já tinha me chamado para ser sua madrinha de Crisma, para quem não sabe é a renovação do batismo, e eu que já sou apaixonada por ela, pronto, agora “arriei os 4 pneus”.
Eu sou a madrinha de batismo do mais velho, a quem amo e admiro demais, aquele quem eu chamo aqui de ‘Big Boy” e o meu marido é padrinho da caçula, minha mini me, então, por ser sua esposa, também me acho sua madrinha emprestada, agora, sou dinda de todos. Hehehe….
Para quem me conhece, sabe que se tem uma coisa que me orgulho são meus sobrinhos, já disse aqui e repito, são como meus filhos, tudo que posso fazer por eles, faço, e como é de meu feitio, de muito bom grado e de cara boa, nunca acho que dá trabalho ou é algum sacrifício, não, não, e não…Olha a foto de nós duas aí, fazendo charme com o leque da minha mãe…
Continuando, então, ontem, foi o dia da Crisma, e na sexta fiquei fazendo uma sobremesa para levar, um brownie de nutella, peguei a receita daqui,  que já fiz três vezes, mas ainda não tinha postado. É muuito bom, como tudo que a Tatu do Mixirica faz. Para acompanhar, fiz dois molhos que adoro para acompanhar, um de chocolate com laranja e outro de morango. Estas vou postar depois, pois fazem parte de outras receitas, um brownie diferente deste e um cheesecake.
O almoço foi a base de risotos, que estavam maravilhosos, feito pela Dra. Raquel mãe da “sobrinhada”, minha eterna cunhada e amiga, eu, claro, metida como sempre, dei uma mãozinha, porque também, risoto é receita trabalhosa, imagine para umas 30 pessoas. Foram dois, um  de filé com 3 cogumelos, champingnon, shiitake e funghi secci e o outro de frango ao curry com presunto. Sobremesas: bombom de travessa de morango (feito pela crismanda) já postado aqui, pudim de leite da avó materna, bolo de côco, o brownie, as caldas e sorvete, milagrosamente, minha mãe não contribuiu nada, tadinha, estava com dor na perna.
Aproveito o post para atender minha bonita e doce amiga Cris, (o Miltão diz que ela parece a Grace Kelly, e é verdade), mamy da Carol e do Mateus, casada com o Eduardo, que já me pediu esta receita do brownie há um bom tempo é só agora estou postando. Ela faz parte da minha Confraria dos Babetteiros e vem sempre aqui me visitar e deixar comentários. Obrigada lindinha, volte sempre. Esta é, então, uma das receitas da série: Atendendo à Pedidos.
Chego a conclusão que não posso deixar de postar por mais de 3 dias porque é assunto demais, além disto, sou totalmente verborrágica, e os posts ficam longos demais (para não dizer cansativos), então, pronto, vou ter que dar um jeito de ser mais assídua.
Outra coisa, vou me organizar melhor para responder, e o mais rápido possível, os comentários, as dúvidas e agradecer também, claro, ao nosso tempero do blog, ou seja a opinião de vocês.
Segue a receita:
Brownie de Nutella (8 porções)
1 e 1/2 vidro de Nutella
1/2 tablete de manteiga derretida
1 e 1/2 xícaras de açúcar (usei só uma)
3 ovos
150 g de farinha de trigo (1 xícara cheia)
1 colher de sopa de cacau em pó (não tinha, eu acrescentei)
1 xícara de avelãs tostadas, sem pele e picadas (cortei cada avelã em 4 partes)
1 colher de chá de fermento em pó (não tinha, eu acrescentei)
2 colheres de chá de baunilha
Pré-aqueça o forno em 180°C e unte e enfarinhe a fôrma. Reserve.
Leve a Nutella ao microondas por 1 minuto na potência média ( 50%), ou, ainda, ao banho-maria até a Nutella ficar molinha e levemente aquecida, veja se precisa mais tempo e misturar a manteiga, levar por mais 30 segundos. Acrescente a misturinha, na seguinte ordem, o açúcar, o cacau, os ovos, a baunilha, a farinha, o fermento e as avelãs.
Leve ao forno para assar de 35 a 45 m (este tempo, sempre depende do forno). Teste com um palito para ver se está pronto, o mesmo deverá estar com migalhas molhadas grudadas.
Deixe esfriar e corte em pedaços.
Servi com as caldas citadas e com sorvete de creme.
DICA: Para descascar as avelãs, coloque-as em uma fôrma no forno pré-aquecido a 200g, por 15 a 20 minutos. Quente ainda, pegue um pano de prato e vá esfregando as avelãs com as mãos e o pano, pronto as cascas saem em sua maioria. O que não sair, não tem problema, não compromete em nada.
Como era para muita gente, dobrei a receita, e não tirei foto da calda de chocolate, a de morango aparece na foto com quase todas as sobremeas, e nem do prato servido com tudo bonitinho, porque todo mundo avançou, inclusive eu, não sei nem como Miltão consegui tirar a foto. Milagre de fotógrafo!!!
Bj a todos.