RSS

Arquivo mensal: março 2011

Mousse de Paçoca

Queridos:

Eu tenho a mania de achar receitas que agradem meu marido. Primeiro, obviamente, porque o amor é lindo, e este sentimento de satisfazer quem amamos é natural (eu pelo menos sinto assim…), mas especialmente porque ele é aquele tipo de pessoa que come tudo achando bom, só não lhe sirva fígado e rins, o resto, beleza. Então, ele é sempre uma inspiração…

Quando vi esta receita no Rainhas (buá, ele sairá do ar) pensei logo nele, que simplesmente adora paçoca de amendoim. Mais uma vez, no entanto, acho que quis mexer no que não devia, ele adora a paçoca do jeito que ela é, nada de invensionices. Posso estar enganada, mas acho que ele não se encantou muito com a receita. Não que ele tenha reclamado, como falei antes, come tudo sorrindo, mas a gente conhece a impolgação quando a vemos, não é mesmo? Lindão, coloca aí nos comentários sua opnião, ok?

Já eu, adorei, achei a idéia inusitada, nunca tinha visto nada parecido, e para variar, como é muito comum aqui no banquetes, é uma daquelas receitas que se faz com um pé nas costas, rapidinho, rapidinho…

Aproveito o post, e aviso que estarei de fora por uns 15 dias, férias em Londres. Gente, depois que eu descobri a Europa, e abri a mão (sim, eu sou ligeiramente pão dura), vi como esta terra cheia de história, cultura e rica arquitetura é maravilhosa e vale o investimento. Caso vocês possam, eu levei 40 anos para me organizar e conseguir conhecê-la, aconselho, em?

Na volta vou fazer um post com algumas das liiiindas fotos do maridex das últimas viagens.

Vamos a receita?

3 caixinhas de creme de leite

1/2 lata de leite condensado

1 pacote de gelatina sem sabor dissolvida em 5 colheres de sopa de água

18 paçoquinhas de amendoim

Bata os três primeiros no liquidificador, depois na mão, delicadamente, as paçocas esfareladas. Coloque em uma forma molhada. Guarde umas três paçocas para enfeitar.

Leve a geladeira por umas quatro horas e desenforme. Enfeite com as paçocas.

Fiz esta receita para um almoço na mamys, coloquei as paçocas em um recipiente para enfeitar na hora de desenformar. Misteriosamente, as mesmas sumiram dentro do carro, não conseguir achá-las, mas no outro dia as encontramos debaixo do banco do motorista. ???? Será que um duende as escondeu? Qual é a sua teoria???

Bjkas e até a volta.

Téia.

Anúncios
 
15 Comentários

Publicado por em 16/03/2011 em banquetes, doces, sobremesas, Uncategorized

 

Filé ao molho de gorgonzola e vinho tinto

 

Esta receita é puro glamour, os ingredientes são chiques e filé é sempre filé, não é mesmo????

Ah, mas isto não importa, o que importa é que ela é pá pum para fazer. Trabalho mínimo, tempo recorde, e voilá, um prato para agradar a todos, e especialmente aos homens que gostam de carne e sabores fortes.

Achei a mistura bem interessante, fui pegando os ingredientes da geladeira e dos armários e deu no que deu…

Receita: (2 pessoas gulosas)

4 medalhões de filé mignon

2 xícaras de creme de leite fresco

1/2 xícara de vinho tinto de ótima qualidade

Um bom pedaço de queijo gorgonzola (aproximadamente 100g)

Um tiquinho de leite para dar uma diluída no molho que ficou grossinho

1 coher de sopa de manteiga+1 fio de azeite

Sal e pimenta do reino à gosto

Um punhado de avelãs torradas e sem casca para jogar por cima.

Tempere os filés com o sal e a pimenta. Derreta a manteiga e o azeite e frite os filés. Reserve.

Na mesma figideira, utilizando o restinho da fritura, acrescente o vinho, abaixe o fogo e deixe evaporar o álcool, o creme de leite, o gorgonzola amassado com um garfo e deixe derreter. Caso necessário acerte a consistência do molho com um pouco de leite. (Queijos fazem os molhos engrossarem demais). Acerte o sal e a pimenta. Jogue o molho por cima dos filés e acresente as avelãs.

Para acompanhar esta delícia tomamos Malbec maravilhoso (alías o mesmo que usei na receita), olha ele aí.

Bj a todos.

Téia.