RSS

O nhoque infalível do Claude

26 set

Amigos lindos!

Finalmente ressurjo das cinzas, das viagens, e da correria de mudar de área no trabalho.

Infelizmente, a vida tem suas prioridades, e o meu amado blog ficou um bucado parado, aliás, a cozinha também, maaassss, voltei com esta receita marravilhosa, super acertiva, para um prato que nem sempre dá certo. Quando a assisti no programa Que marravilha!!! me encantei pela enorme quantidade de dicas para evitar que o nhoque ficasse mole ou sem gosto.

O toque dos queijos e da noz-moscada faz toda a diferença e as dicas de assar a batata no forno e do choque com a água gelada são fantásticas. Já fiz duas vezes e deu super certo. Vamos tentar?

Ah, estivemos mais uma vez na Europa, antes Paris, agora Bélgica e Holanda. E desta vez, com um diferencial, tudo de graça, eu disse tudo, passagens, hospedagens, alimentação e passeios, e para melhorar, tudo de primeiríssima qualidade. Por nossa conta, só o bom humor e muita alegria, ó que difícil! Maridón ganhou o pacote para nós dois. Ô homem sortudo…e eu, peguei carona na sorte dele. Beleza!!!

Bem, vamos a receita, (que peguei no site do gnt)  para quem tem medo de errar massas caseiras, como eu. Só fiz a massa, pois optei por um molho vermelho, que já fiz aqui, pois gostamos mais aqui em casa, mas em breve vou testar o molho de gorgonzola que tem lá:

Para 4 pessoas

600g batata
120g farinha de trigo (usei mais uma colher cheia)
3 gemas
80g queijo parmesão ralado
60g queijo mussarela ralado
180g ervilhas frescas cozidas (não usei)
sal a gosto
pimenta do reino moída na hora a gosto
noz moscada a gosto

 

Enrole em papel alumínio as batatas lavadas e asse no forno pré-aquecido a 180°C (eu coloquei em 200), até que elas fiquem macias (aproximadamente 40 minutos, eu levei quase 1 hora).  Depois, descasque as batatas ainda quentes, faça um purê e misture com todos os outros ingredientes, menos as ervilhas (não usei). Enrole e corte o nhoque do tamanho que quiser (eu marquei com um garfo para ajudar a penetrar o molho). Jogue o nhoque em água fervendo salgada (cuidado, eu coloco na escumadeira e jogo na água para não espirrar). Quando subir (aproximadamente 5 minutos), retire e coloque em água com gelo. Seque imediatamente com um pano e frite o nhoque no azeite (eu não fritei, já coloquei direto no refratário, pois ia levar ao forno de volta. O Claude fritou para aquecer o nhoque e jogou o molho por cima).

Prometo que aparecerei mais por aqui.

Bj a todos.

Anúncios
 
 

Tags:

11 Respostas para “O nhoque infalível do Claude

  1. Valentinajacome

    27/09/2010 at 03:50

    Querida Téia, não morres tão cedo pois ontem mesmo perguntei pra mamãe de ti. Nossa que sortuda. Viajar é tudo de bom, recarrega e nos enche de novidades. Estas divas aqui não conhecia.

     
  2. Valentinajacome

    27/09/2010 at 03:52

    Estas dicas – saiu errado antes, não conhecia. Vou anotar para quqndo fizer um nhoque.

     
  3. Cacahuete

    27/09/2010 at 12:39

    Se e infalivel vou ter de testar, pois nunca fiz nhoque e esta aqui uma boa oportunidade.

    Beijinhos e bem vinda de volta ao mundo virtual da culinaria.

     
  4. Fernanda

    27/09/2010 at 13:38

    Téia, vc deve estar renovada hein!!!rsrs Viagens boas….comida boa….ô delícia!!! 😉
    Eu adoro noz moscada tbm, acho que dá um sabor pra lá de especial!
    Grande bj
    Fe

     
  5. Ameixinha

    27/09/2010 at 15:23

    Nunca fiz em casa mas nem parece assim tão difícil, adoro nhoque 🙂

     
  6. Letícia

    27/09/2010 at 16:55

    Vizinhaaaaa!!! Saudades! E que beleza de nhoque! Eu vi o dia em que o Claude o preparou e fiquei com vontade – mas e o medo da minha capacidade quase sobrenatural de fazer bagunça com farinha?

    Ah, estou aprendendo horrores nas aulas com o seu maridón 🙂

    Beijo, lindona!

     
  7. Gina

    28/09/2010 at 01:19

    Téia,
    Mas isso é que é sorte!
    O nhoque caseiro é outra conversa… Bom demais!
    Tem post de viagem hoje lá no Naco. Quando puder, dê uma conferida.
    Bjs.

     
  8. Flavinha

    01/10/2010 at 10:23

    Sorte é pouco para o que você descreveu, né?!? Que delícia!

    E este nhoque?! O Claude é incrível, né? Já vou anotar tudo!

    Beijinhos

     
  9. Luna

    05/10/2010 at 21:11

    Estou louca pra fazer um nhoque, vou me lembrar das dicas! 😀 Beijinho!

     
  10. Priscila Beneducci

    13/10/2010 at 07:49

    Menina que maravilha de receita, Eu conhecia o Nhoque perfeito da Ana, que tem esquema para cozinhar diferenciado.

    Assado nunca imaginei, o melhor que tem uma mussa raladinha na massa.

    Anotadissimo vou fazer

     
  11. Larissa

    09/01/2011 at 11:59

    Oi Téia, adorei seu blog! primeira vez que visito e adorei vc ter postado nhoque! estou querendo fazer há tempos e tenho meeeedo… ehhehe.. então, esse funciona mesmo? é certeiro? vou testar.. bjocas! Larissa. (www.la-agosto.blogspot.com)

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: